sexta-feira, 31 de julho de 2009

TV ALERJ

A programação da TV Alerj já pode ser assistida por qualquer pessoa que tenha uma antena parabólica. Basta apontar a antena para o satélite Brasilsat B4, onde também estão emissoras como Record, Band e SBT. Isto representa um universo de mais de 8 milhões de antenas parabólicas em todo o País. A frequência é na banda C, 3861,0 Mhz, polarização horizontal. Além da transmissão ao vivo das sessões plenárias, audiências públicas e eventos, a TV Alerj exibe programas de reportagens, entrevistas e debates. Também são transmitidos programas das TVs das câmaras de vereadores de vários municípios do estado, entre eles Rio de Janeiro e Niterói.

AMIGOS À PARTE

A mudança de discurso do presidente Lula em relação ao presidente do Senado, José Sarney, começou a ser ensaiada na semana passada, quando o Palácio do Planalto recebeu uma pesquisa mostrando os efeitos da crise política sobre o governo. A consulta revelou que a blindagem de Sarney não era bem assimilada pela opinião pública e, pior, estava "pegando mal" tanto para Lula como para a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência, em 2010.

Ex-Blog do César Maia

ROYALTIES EM QUEDA NO RJ

Repasses dos royalties do petróleo, comparando o período janeiro-julho 2009 com janeiro-julho 2008

1. Estado do Rio (-29,32%), reduzindo-se de R$ 1.212.470.029,84 para R$ 856.937.630,00.

2. Capital (-38,19%), reduzindo-se de R$ 36.830.442,78 para R$ 22.766.289,30.

Fonte: ANP

"SENADO NÃO É PROBLEMA MEU"

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não cabe a ele decidir sobre a permanência do presidente do Senado, José Sarney, no cargo. “Não é problema meu. Eu não votei para eleger Sarney presidente do Senado, nem votei no Sarney no Maranhão, nem votei no Temer, nem votei no Arthur Virgílio. Votei nos senadores de São Paulo. Quem tem que decidir se ele continua presidente do Senado é o Senado, não sou eu", afirmou Lula. Até parece...

DORNELLES PARA PRESIDENTE


Perante a nação e a seus pares, o presidente do Senado, José Sarney, está mesmo sem ambiente e com os dias contados. Com a possibilidade de sua eventual renúncia, os líderes já começaram a discutir a escolha de um nome que possa substituí-lo no comando da Casa. O senador fluminense Francisco Dornelles (PP), que conta com excelente trânsito entre oposição e governistas, já começa a ganhar adeptos, sendo sua irretocável vida pública um alento para a difícil crise pela qual passam o Senado e a política nacional. Com 74 anos de idade e 50 de vida pública, sem nenhum envolvimento em escândalos, Dornelles se credencia a substituir José Sarney. Resta saber se tais qualidades serão suficientes para convencer o PMDB e o PT, "donos do jogo" e ao presidente Lula, "dono das camisas, da bola, amigo do juiz",etc.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O VOO DO GAROTINHO

Se o "palpite" do Leandro Mazzini (JB) estiver certo, a chapa formada por Garotinho (PR) para enfrentar o governador Sérgio Cabral (PMDB), com Brizola Neto (PDT) como vice e Marcelo Crivella (PRB) e Miro Teixeira (PDT) tentando as duas vagas para o Senado,fica bem articulada. Esta possível aliança pode ser uma boa estratégia para o regresso de Garotinho ao Palácio Guanabara e mais uma cartada para a ampliação do palanque de Dilma Roussef no Estado do Rio. Com estratégias assim, o astuto Garotinho, que de 22 não tem nada, vai colocar muita gente em uma tremenda saia-justa por aí.

terça-feira, 28 de julho de 2009

LICENÇAS AMBIENTAIS SÃO EMITIDAS NO GOVERNO LULA COMO SE FOSSEM NUM BOTEQUIM

(site eco) "Nunca se emitiram tantas licenças, quase 400% desde 2003. O fenômeno é registrado na última década, mas se ampliou no governo Lula. Mais de 220 permissões foram concedidas este ano." Veja gráfico e matéria.
http://www.oeco.com.br/reportagens/37-reportagens/22199-nunca-se-emitiram-tantas-licencas

Blog do César Maia

MINISTRA CRITICADA POR USAR CARRO OFICIAL NAS FÉRIAS

A ministra alemã da saúde, Ulla Schmidt, se viu sob uma enxurrada de críticas depois que o carro oficial à disposição dela – uma Mercedes classe S estimada em R$ 250 mil – ainda foi roubado quando ela passava férias na Espanha. A ministra estava em Alicante, um balneário popular entre turistas e aposentados alemães no sudeste da Espanha. Ulla Schmidt pagou sua própria passagem de avião para se deslocar até o balneário, mas requereu que seu motorista cruzasse 2,5 mil quilômetros para encontrá-la na cidade. "O dinheiro dos contribuintes não pode ser desperdiçado no conforto de uma ministra", foi como um porta-voz da Associação dos Contribuintes resumiu o teor da indignação, falando ao jornal Bild am Sonntag. A oposição ameaçou convocar a ministra para dar explicações no Parlamento.

OS FANTASMAS DE DUQUE

Entre os sucessivos escândalos no Congresso Nacional, um tem causado preocupação maior. Muitos dos membros dos conselhos de ética das duas Casas - Senado e Câmara - têm demonstrado pouca, ou nenhuma, condição para deles participar. O caso mais recente é o de um assessor do recém-eleito presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), apontado como funcionário fantasma do próprio órgão há mais de oito meses que mora no Rio de Janeiro e não cumpre expediente no órgão. Pode alguém que permite atos como estes ficar à frente de investigações como a que vai analisar a possível quebra de decoro do presidente José Sarney, o que pode resultar em seu afastamento? Será que está havendo uma total inversão de valores no país, onde não éticos avaliam a falta de ética de outros?

FRASE DA SEMANA


'NÃO SE PODE OCULTAR A VERDADE DOS FATOS DURANTE TODO TEMPO NEM SER AQUILO QUE NÃO É'
(B.Obama)

segunda-feira, 27 de julho de 2009

TECLADO SUJO PODE CAUSAR INFECÇÃO

Quando bate a fome é muito comum as pessoas aderirem a lanchinhos degustados em frente ao computador. Bolachas, bolos e sanduíches são, geralmente, quitutes cheios de farelos e com 90% de chances de cair entre os vãos do teclado. Uma pesquisa recente feita pela universidade carioca Gama Filho confirmou que o hábito também é responsável pela grande proliferação de micróbios que há no teclado.

PRÊMIO NOBEL PARA LULA

O presidente Lula deveria mesmo ganhar um Prêmio Nobel. A ajuda que ele vem concedendo aos seus irmãos latino-americanos é digna de prêmios como este. Primeiro foram os acordos “benevolentes” com a Venezuela, de Hugo Chávez, depois com a Bolívia, de Evo Morales e, agora, com o Paraguai, de Fernando Lugo. Lula e seu colega paraguaio acabam de anunciar um acordo que chamaram de "histórico" sobre a exploração da Hidrelétrica Itaipu, em virtude do qual o Brasil pagará ao Paraguai uma compensação anual de 360 milhões de dólares pela energia consumida, o que representa um pagamento três vezes maior do que é feito hoje. Todo este pacote de bondades seria louvável se não representasse prejuízo maior para o povo brasileiro que, certamente, no final, pagará a conta. Enquanto o Brasil “vende” a imagem de um país que empresta dinheiro ao FMI, ajuda a corrigir antigas distorções nesta parte do continente, tornando seu presidente “o cara”, 33% da população vivem de bolsas-esmolas as quais o governo costuma saber cobrar -muito bem - durante o período eleitoral.

domingo, 26 de julho de 2009

QUANDO A ANSIEDADE VIRA DOENÇA

Nem os monges budistas escapam dela. Treinados para manter a mente imperturbável como a superfície de um lago de águas paradas, eles também manifestam ansiedade de vez em quando. Esse sentimento é uma ferramenta de sobrevivência, acionada em momentos que envolvem alguma tensão. Como atravessar a rua ou fazer um discurso. O esperado é que suma tão logo o pretexto para o seu surgimento tenha fim - ou seja, depois que você atravessou a rua ou fez a palestra. Bem, isso é o que se espera. As pressões da vida cotidiana transformaram a ansiedade em uma doença crônica - algo diferente do que era para ser originalmente - e cada vez mais incidente. "Estima-se que uma em quatro pessoas não consiga se desvencilhar do problema e, com isso, sofra os efeitos físicos e emocionais que ele impõe ao organismo", diz o psiquiatra Tito Paes de Barros Neto, do Ambulatório de Ansiedade do Hospital das Clínica de São Paulo. Neste exato momento, cerca de 48 milhões de brasileiros estariam, então, às voltas com os danos da ansiedade. Entender o que se passa com eles é um desafio. Por isso, a ansiedade está no centro das pesquisas dos principais institutos e universidades que investigam as doenças da mente. Os primeiros resultados indicam que ela tem impacto muito maior do que se pensava. A convivência prolongada com a ansiedade afeta várias áreas da vida, como mostra um levantamento da Associação Americana de Desordens Ansiosas. Dos voluntários entrevistados, 87% disseram que ela prejudica muito as relações pessoais. Outros 75% afirmaram que interfere na habilidade de cumprir as atividades diárias. O estudo mostrou que os ansiosos vão cinco vezes mais a médicos. "A ansiedade interfere na percepção que a pessoa tem das mudanças no funcionamento do própio corpo. Elas passam a ser muito valorizadas", explica o psiquiatra Barros Neto. Isso pode levar à mania de doenças, a chamada hipocondria. É fundamental, portanto, que os indivíduos de risco sejam identificados rapidamente. O que se sabia até agora é que o grupo mais vulnerável eram mulheres com idades entre 18 e 40 anos e profissionais que atuam sob maior pressão, como executivos. Novas pesquisas estão refinando essas informações. Estudos indicam que 65% das crianças cujos pais sofrem de ansiedade apresentarão sintomas parecidos. Se o quadro persistir até a adolescência, terão risco 20 vezes maior de manifestar alterações alimentares, como a bulimia e a anorexia, por mais anos do que os colegas da mesma idade. A pesquisa foi feita pela Clínica Psiquiátrica de Adolescentes da Universidade de Turku, na Finlândia.

Revista ISTOÉ

POLÍTICA ATRAPALHA A PETROBRAS

A revista britânica Economist diz que a Petrobras é a “mais ambiciosa companhia de petróleo do mundo”, mas lembra que incertezas políticas podem atrapalhar.
Ela cita a CPI criada no Congresso brasileiro para investigar a empresa, dizendo que, mesmo se nada for comprovado, as acusações podem deixar a impressão de que há irregularidades na empresa. A revista ressalta que o orçamento para projetos sociais é administrado de maneira mais profissional do que no passado, mas diz que a empresa como um todo ainda é vulnerável a acusações de favorecimentos políticos. Em sua reportagem, a Economist fez referência ainda à reportagem do Globo desta semana que revelou que uma empresa que recebeu verba da Petrobras teria declarado à Receita o endereço de um canil abandonado como sendo seu (leia mais). A matéria afirma ainda que, apesar de a CPI poder trazer danos à reputação da Petrobras, eles provavelmente serão muito reduzidos, destacando o fato de a CPI ter maioria governista. A revista ironiza, dizendo que dois dos integrantes da Comissão, o ex-presidente Fernando Collor e o bispo Marcelo Crivella, darão sua contribuição ao “espetáculo”. Outra incerteza que paira sobre a empresa, diz a Economist, é a indefinição quanto ao marco regulatório para a exploração do pré-sal.

SARNEY E OS LARANJAS

O clã e o pomar dos Sarney, chefiados pelo presidente de um Senado a cada dia mais desmoralizado, parece que agora terão um grande prejuízo. A Receita Federal começou a rastrear a movimentação financeira de pessoas apontadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal como "laranjas" usados pela família para ocultar a propriedade de empresas e praticar lavagem de dinheiro, de acordo com dados do fisco que apontam, ainda, para uma suposta prática de crimes contra a ordem tributária, como remessa ilegal de recursos para o exterior, falsificação de contratos de câmbio e lavagem de dinheiro, entre outras ilegalidades. Se as denúncias contra José Sarney forem confirmadas,só restará ao Conselho de Ética do Senado determinar seu afastamento imediato,a não ser que seu presidente seja, também, um "laranja".

UM DIA ELAS CHEGAM

Desculpa entrar no assunto, assim, logo de cara, mas um dia todo mundo vai se encontrar com a justiça. E com a morte, que também é um limite, uma regra pré-estabelecida. Por mais que não queiramos encarar de frente as grandes defenestradoras, por mais que as posterguemos, um dia elas nos pegam e, aí, vamos ajustar contas. Com uma e depois a outra. Ou com ambas, de uma só vez, como aconteceu com Saddam Husseim e tantos outros que saíram e voltaram para o buraco. Tudo bem que ninguém gosta de admitir que justiça e morte são parceiras (são assim, ó), representam o mesmo modelo de gestão, com todo o obscurantismo peculiar. Não se sabe quando chegam, como será o julgamento, o veredicto e a forma de tudo se acabar. Mas isto faz parte. O que não se pode é viver o tempo todo olhando a ampulheta e a porta, nem para baixo da cama, para o interior do armário para ver se já está ocupado, muito menos fazer como o avestruz que, para a mitologia, esconde a cabeça na areia ao sinal de perigo. Isto só faria aumentar a paranóia e a ideia de que a morte pode ser injusta. Também não adiantam disfarces ou quaisquer outros subterfúgios, pois elas sempre encontram a medida certa. E para nos levar. Esta não é uma crônica pretensamente edificante, tão pouco trata de algo particular. Tem, sim, a intenção de lembrar que não há como nutrir a esperança de que “jamais” daremos de cara com a justiça e a morte. Elas, à sua maneira, existem, nos encontrarão e nos levarão para algum lugar. Desculpa sair do assunto, assim! Mas é que hoje é domingo, prenúncio de mais uma semana que promete.

sábado, 25 de julho de 2009

"ME TER NO SENADO"

Excetuando-se o ato fálico da coisa e responder que "é uma honra o Senado me ter como funcionário", o que o namorado da neta do presidente Sarney fez é, no mínimo,imoral. Tendo sido contratado através de mais um daqueles atos secretos, Henrique Dias Bernardes ainda disse "que não sabia de nada" - uma das mais novas modalidades de mentira no Brasil - e "que está lá por um currículo mais do que qualificado". José Sarney, que a cada dia vai ficando mais isolado, até de seus aliados, deveria fazer o que se espera de alguém com tamanho comprometimento, ou seja, pedir renúncia tanto da presidência quanto da vida pública.Por mais que tentem - ou precisem - mantê-lo no cargo, chegou a hora de a sociedade começar a tirar de seu cardápio pizzas políticas que só causam indigestão.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

MUDANÇAS À VISTA

Até o fim de agosto o governo deverá divulgar mudanças profundas no que diz respeito à exploração de petróleo e sua compensação através do pagamento de royalties e isto está tirando o sono de muita gente, principalmente de quem dele depende. A possibilidade de um novo modelo de distribuição, que poderá ser de partilha ao invés de concessão – adotado na maioria dos países -, com o governo federal controlando, também, lucros e dividendos, já começa a ser levada a sério por aqueles que, desde o início das primeiras discussões, acreditavam que um dia isto poderia acontecer. Segundo especialistas, a mudança na regulamentação deve atingir mais à camada pré-sal mas não se pode descartar reflexos ou mudanças nas regras do pós-sal. Para quem conseguiu fazer uma poupança, atrair novos investimentos ou criar/manter um custeio compatível com sua realidade, evitando comprometer ainda mais os recursos petrolíferos por se tratar de verba oriunda de bem finito, as mudanças na lei, caso aconteçam, não devem trazer tantos transtornos, pois acredito que o governo não tem a intenção de prejudicar administradores e municípios sérios. Agora, se, deliberadamente, houve enxurrada de benefícios, pura e simples, investimentos sem nenhum lastro físico (ou moral) ou pouco caso com o aspecto de auto-sustentabilidade – ou tudo isto – os administradores, além de perderem o sono, passarão à História mais pelo que deixaram de fazer.

ARMA NÃO LETAL?

Um homem pegou fogo após ser atingido com uma pistola de choque utilizado pela polícia australiana. O incidente se deu quando a polícia bateu à porta da casa onde estava Mitchell para investigar uma denúncia de consumo de gasolina no local.Ele teria se recusado a sair por medo de ser preso. Após momentos de tensão, ele saiu da casa carregando um contêiner com gasolina e um isqueiro. O disparo da pistola de choque dos policiais provocou combustão imediata e o homem foi envolvido pelas chamas.Ele foi socorrido pelos policiais no ato, mas ainda assim teve de ser internado com queimaduras de terceiro grau no peito, no rosto e nos braços. O episódio acende críticas contra o uso da pistola de choque e outras armas não letais.

DEPUTADO QUER PROIBIR RODEIOS

O deputado André Lazaroni (PV) pretende pedir a revogação da Lei estadual 3.021/98, que autoriza a realização de eventos denominados rodeios e vaquejadas no Estado do Rio, e, com isso, elaborar um projeto de lei que proíba esse tipo de atividade nas cidades fluminenses. A ideia surgiu durante encontro que o parlamentar teve com ativistas da Frente Abolicionista de Rodeios (Faro) e do movimento Odeio Rodeio, que realizaram uma manifestação nas escadarias do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio. "Ninguém respeita as cláusulas da lei atual e também é difícil fiscalizar se elas estão sendo cumpridas. Por isso, vou tentar acabar de vez com a realização destes eventos", disse o verde, que também preside a Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Alerj.

A SAÚDE VAI MUITO MAL, OBRIGADO

O médico comunica ao paciente internado num hospital público que sua cirurgia foi cancelada. O motivo poderá ser: o anestesista faltou, o cirurgião não veio, o elevador que dá acesso ao bloco está quebrado, a porta da autoclave (onde são esterilizados instrumentais cirúrgicos) travou, houve queda de energia e o gerador não está funcionando, o fornecedor não trouxe o material de prótese porque não recebeu pagamento, o paciente seguiu para cirurgia sem o parecer cardiológico, o médico residente não fez a reserva de sangue, as enfermeiras e circulantes de sala estão em greve, etc., etc., etc., infinito.

O paciente olha para o médico e fala:
- É a vontade de Deus, doutor.

Ronaldo Correia de Brito (Recife-PE)

MAIS QUEDA DOS JORNAIS

Segundo o Projeto Inter-Meios, a queda no faturamento publicitário do setor como um todo foi de 9,2% no primeiro quadrimestre do ano. Entre os jornais mais vendidos,(janeiro-maio), do ranking, o popular Extra foi o que mais caiu (-22%), seguido pelo Estado de S. Paulo (-16,5%), Diário de SP (-9,4%), O Globo (-8,4%), Folha de S. Paulo (- 7,1%) e Super Notícia (-5,1%)."

DESESPERO

Cada dia que passa me convenço mais de duas coisas. A primeira é que Sarney tem culpa no cartório e a segunda é que Lula tem grande interesse em sua absolvição. Quando o presidente da República diz que "é preciso investigar antes de julgar as denúncias e que não se pode cometer crime antecipado", concordo plenamente com ele. Agora, quando de público, sugere que, ao ser investigado e julgado, Sarney tenha privilégios por sua vasta biografia política e que roubo e assassinato são completamente diferentes de tráfico de influência e lobby, só posso achar que isto é mais uma brincadeira de mau-gosto. Se comprovado o envolvimento de Sarney em qualquer esquema de favorecimento ou desvio de dinheiro público, a lei tem de tratá-lo com muito mais rigor do que se trata, por exemplo, um ladrão que rouba galinhas para matar a fome de seus filhos. Se é para comparar...

quinta-feira, 23 de julho de 2009

A GRANDE FAMÍLIA


- Pai, fala com o vovô pra arranjar um empreguinho pro meu namorado? - Claro, filhinha. Vou falar com ele agora mesmo. - Papai, sabe aquela vaguinha que tá sobrando aí? - Sei, a do cara que pediu exoneração. - Essa mesmo. Dá para arranjar pro namorado da sua netinha? - Agora que você me fala. Mas vou providenciar com o diretor da Casa. Esse diálogo (mais ou menos assim) seria corriqueiro e normal se não fosse entre vovô Sarney, seu filho Fernando e sua “netinha” Maria Beatriz, o diretor não fosse o Agaciel, a nomeação através de um “ato secreto” e a Casa o Senado Federal. E o empreguinho não fosse para Henrique Bernardes, no Serviço Médico, com salário de três mil reais. Como se vê, a coisa pública no Brasil está cada vez mais sendo tratada como um negócio de família. Essa família é muito unida. E também muito ouriçada. Catucasquas,quas,quas,quas,quas,quas,quas...

quarta-feira, 22 de julho de 2009

AS VIAGENS DO CABRAL 2, A VOLTA (SÓ DEPOIS DAS FÉRIAS)

O governador do Rio, Sérgio Cabral, tem batido todos os recordes em termos de viagens internacionais. Até agora, foram mais de dois meses (65 dias) fora do país – e do Palácio – buscando recursos para o Estado ou em férias com toda família. Certamente, não está nem aí para críticas, bem como para os índices de insegurança, cada vez maiores, ou para quaisquer outras nas áreas da saúde, educação e transporte, por exemplo, que, segundo ele, “são próprias da oposição, pois está tudo uma maravilha”. Com uma máquina administrativa forte, com a esperteza peculiar e com uma lei que, além de permitir a reeleição, não consegue punir todos os que fazem uso dela de maneira pouco convencional, Cabral deve estar achando que, na hora H, ou seja, em 2010, ele vai à luta e consegue ficar mais quatro anos viajando, costurando acordos políticos e se preparando para disputar mais uma eleição, matérias que, diga-se de passagem, é um expert.

terça-feira, 21 de julho de 2009

AS VIAGENS DO CABRAL

Desde a semana passada, o governador Sergio Cabral está, novamente, em viagem – a 25º desde que assumiu o cargo, em 2007. Desta vez, ao contrário das 21 chamadas missões oficiais em 30 meses de governo, o governador tirou férias. Ele está na Flórida, nos EUA, com a família, desde o fim de semana passada. Em 2007, o governador esteve em Portugal, Colômbia, França, Estados Unidos, Argentina, Itália e Suíça. No ano passado, foi a Suíça, Japão, Coréia, França, Grécia, Alemanha, China, Reino Unido e Turquia. Este ano foi a Suíça, duas vezes aos Estados Unidos, ao Reino Unido, a Cingapura e a China, totalizando 15 países visitados. Além das missões oficiais é, pelo menos, a quarta viagem a passeio do governador. Ele já esteve no Caribe, no terceiro mês de governo, na França, no sexto mês, e nos Estados Unidos no ano passado. Cabral deve voltar ao governo na próxima semana.O governador fez, ainda, em abril deste ano, viagem “de férias” a Paris. Ele viajou com a mulher, os cinco filhos e as duas babás e ficaram hospedados no Hotel George V.

JB - 21-07-09









CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR !

segunda-feira, 20 de julho de 2009

ESSES INCRÉDULOS E SUAS TEORIAS ABSURDAS

Existem pessoas que afirmam que o homem nunca foi à Lua e que todas as fotos e filmagens exibidas pelas várias missões espaciais foram forjadas pela NASA . Segundo estas pessoas, a NASA decidiu enganar o mundo inteiro quando descobriu que não poderia vencer os soviéticos na corrida espacial. Hoje, ao fazer 40 anos que o homem pisou em solo lunar - coincidentemente, aniversário de Santos Dumont - custo a acreditar neste movimento que duvida que isto aconteceu. Lembrei-me de, quando criança, ouvir dois irmãos imigrantes sírios, amigos da família, afirmando ser impossível alguém "ir de avião para outros países". Estes incrédulos, certamente, também duvidam da bomba atômica, dos buracos negros, da teoria da relatividade, que a Terra gira ao redor do Sol, de que o computador é capaz daquilo tudo, da morte de Elvis Presley e Michael Jackson. E, sobretudo, da existência de Deus.

RIR DIMINUI O ESTRESSE...

E VOTAR BEM,A CORRUPÇÃO!

video

MAU COMEÇO

O senador Paulo Duque, eleito presidente do Conselho de Ética do Senado, afirmou que "a opinião pública é muito volúvel, ela flutua. E quem tem muita influência sobre ela são vocês, jornalistas". Disse, também, que "os atos secretos são uma bobagem e que existem desde a Descoberta do Brasil". Depois de tanto falso moralismo e desespero, fico imaginando o tamanho da pizza que ele vai ajudar a preparar, tendo como principal incumbência proteger o presidente Sarney. Primeiramente, caro senador, o quê seria da sociedade brasileira se não tivesse a defendê-la a imprensa séria, a mesma que leva o cidadão a pensar mais e conhecer melhor seus personagens ? Do que vocês, realmente, não gostam é quando esta mesma imprensa passa a investigar políticos e a divulgar suas irregularidades que, para os senhores, deveriam continuar secretas.

FRASES OPORTUNAS

"Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e pela mesma razão".
Eça de Queiroz (1845-1900)

"Maus agentes políticos, também"!
João Direnna (19.07.2009)

sábado, 18 de julho de 2009

O JB 18-07-09








CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR !

sexta-feira, 17 de julho de 2009

O DIA 17-07-2009










CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR !

GRIPE SUÍNA

Cientistas do Imperial College, em Londres, alertaram para a precariedade das estatísticas sobre os casos e a fatalidades da gripe suína nos diferentes países do mundo e afirmaram que só com dados precisos será possível planejar adequadamente o combate à doença. O artigo foi coordenado pela doutora Tini Garske e publicado na revista científica “British Medical Journal”. A pesquisa listou os fatores que lançam uma sombra sobre as estatísticas de fatalidade da gripe suína. Um boletim da OMS divulgado no último dia 10 indicava que os casos da doença já chegavam a quase 100 mil no mundo, com 492 mortes registradas. Para os cientistas, a explicação para a variação nas estatísticas sobre a gripe suína passa pela precariedade dos cálculos. Por um lado, as estatísticas são distorcidas pela falta de registro dos casos “brandos” ou “assintomáticos” - ou seja, quando o paciente não externa sintomas, eles disseram. Por outro lado, também há precariedade de registro de mortes que não são atribuídas à gripe suína.

PACOTE DE BONDADES

Liberação de verbas, assinatura de decretos e benefícios para os municípios foram algumas das "bondades" anunciadas pelo Governo Federal durante a abertura da XII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva assinou decreto que trata da compensação financeira entre o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e os Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) dos servidores da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Faltando um ano para as campanhas eleitorais do ano que vem, Lula já está colocando "a máquina" a serviço de seu (sua) sucessor (a), anunciando metas, concedendo benefícios e nada melhor do que fazê-lo com prefeitos, em sua maioria, de pires na mão.

MAIS DO CLÃ DOS SARNEY

O vazamento de supostas gravações da Polícia Federal lança a suspeita de que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), possa estar envolvido diretamente na edição dos atos secretos. Segundo reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo", interceptações telefônicas realizadas durante a Operação Boi Barrica, com autorização judicial, identificaram telefonemas de Fernando Sarney para o ex-diretor-geral do Senado, Agaciel Maia.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

O DIA 16-07-2009









CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR !

CARTA DA PETROBRAS


O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, enviou carta aos empregados da companhia informando sobre a instalação da CPI no Senado Federal. Gabrielli afirma que, mesmo considerando as obrigações legais da companhia de atender aos convites e convocações, ele fez questão de externar a posição da empresa de prestar a máxima colaboração com as investigações.

"1 - Com relação aos indícios de fraudes nas licitações para a reforma de plataformas de exploração de petróleo, apontados pela Operação Águas Profundas da Polícia Federal (PF), vamos demonstrar a correção das medidas adotadas pela Petrobras diante das denúncias, sua colaboração com a PF e com o Ministério Público Federal (MPF) para a apresentação da denúncia criminal contra os envolvidos e a adoção das medidas internas que resultaram em medidas disciplinares, entre elas, a demissão por justa causa de três empregados.

"2 - Sobre as supostas irregularidades na revisão do valor de contrato de construção das plataformas P-52 e P-54, vamos demonstrar que a revisão foi necessária para restabelecer o equilíbrio econômico-financeiro, afetado em razão de variação cambial imprevisível, cuja licitude já foi constatada pelo próprio TCU em julgamentos anteriores que citamos;

"3 - Com relação aos supostos indícios de superfaturamento na obra de construção da Refinaria de Pernambuco (Abreu e Lima), apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), demonstraremos a inconsistência do parâmetro de estimativa de preços adotados pelo tribunal, em vista das especificidades e complexidades de obra, bem como da adequação do valor contratado pela Petrobras, baseada nos melhores padrões internacionais.

"4 - Sobre as supostas irregularidades quanto a utilização de royalties, vamos esclarecer que a Petrobras não possui qualquer ingerência na utilização destes recursos.

"5 - Com relação às denúncias de uso de artifícios contábeis, que teriam resultado em redução do recolhimento de impostos e contribuições, demonstraremos que isso não ocorreu e que todas as medidas adotadas pela Petrobras estão em perfeita sintonia com a legislação tributária brasileira.

"6 - E, finalmente, sobre o suposto beneficiamento político de prefeituras e ONGs, vamos mostrar que o processo de seleção de projetos para patrocínio e convênios possui critérios objetivos e impessoais e visam o fortalecimento institucional da marca da Petrobras e da sua reputação perante os seus diversos públicos, conforme já atestado pelo TCU em fiscalização anterior sobre o mesmo tema."

ÉTICA QUE TE QUERO ÉTICA

O Senado finalmente conseguiu instalar o Conselho de Ética, que pode abrir investigação contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). O senador Paulo Duque (PMDB-RJ), indicado do líder do PMDB, Renan Calheiros (PMDB-AL), e aliado de Sarney, foi eleito presidente do conselho. Foram dez votos favoráveis ao nome de Duque, quatro em branco, uma abstenção e muito bate-boca. Duque marcou a próxima reunião do conselho para o dia 5 de agosto, quando a "turma" volta das férias do recesso parlamentar e Sarney mais blindado do que nunca. Embora pesado, o termo pizzaiolo para os senadores faz sentido.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

PIZZAIOLOS

Pegou muito mal o presidente Lula chamar os senadores de "bons pizzaiolos" quando se referiu a um possível resultado da CPI da Petrobras. Os militares chamavam os políticos da oposição de comunistas, de subversivos e até isto era uma chamada respeitável. Tudo bem que o trabalho dos senadores não tem sido encarado com a seriedade que deveria, muito menos as últimas CPI's e suas atitudes para moralizar a Casa. Mas vindo de um chefe da nação, que também não é nenhum exemplo de candura, o descrédito fica ainda maior.

MARKETING ELEITORAL

Muito interessante o livro "O Marketing Eleitoral", do jornalista Carlos Eduardo Lins e Silva. Concordo quando ele afirma que o marketing eleitoral no Brasil é, no que se refere às técnicas que emprega, um dos mais avançados do mundo. Mas ainda quando defende a tese de que não é fundamental nem prioritário na decisão do eleitor pelo seu candidato. Neste particular, tendo acompanhado algumas eleições municipais no interior fluminense, pude constatar que a forma de se angariar votos e mudar o pensamento muitas vezes já corrompido do eleitor não é tarefa fácil nem para "marqueteiros" nem para candidatos e correligionários menos aquinhoados, isto é, sem os recursos financeiros tão preponderantes nestas eleições. A cultura da troca de favores, do toma-lá-dá-cá e dos benefícios tem se tornado mais evidente a cada pleito. Os sucessivos escândalos políticos, a imunidade e a impunidade (sua irmã gêmea) têm contribuido para um processo eleitoral cada vez mais corrupto.

"BEM" REPRESENTADOS

Em se tratando de manobra política, cujo intuito é abafar, postergar, enrolar e assar pizzas, o Senado brasileiro é mesmo PhD. Em votação secreta, foram eleitos presidente e vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras os senadores governistas João Pedro e Marcelo Crivella. Em seu primeiro ato como presidente da comissão, João Pedro designou para a relatoria da CPI o senador Romero Jucá (líder do governo). Sem ter nenhum representante da oposição, a Casa, dominada pelo PMDB e pelo Planalto - não necessariamente nesta ordem -, demonstra que a CPI, sem prazo determinado para ter início, vai continuar desacreditada perante a opinião pública e manchada por irregularidades que parecem não ter fim. O jogo que se pretende, ao manter Sarney a pedido do presidente Lula, custe o que custar (o preço foi a CPI),já tem como resultado um povo cada dia mais fragilizado e dependente de benefícios.

O VILÃO DO SISTEMA RESPIRATÓRIO


A falta de cuidados com o aparelho de ar condicionado pode desencadear o aparecimento de doenças que vão de um simples resfriados a otite, amigdalite, faringite, bronquite, sinusite e rinite. O motivo, segundo o otorrinolaringologista Eduardo Kauffman, é que a falta de limpeza propicia o aparecimento de fungos, bactérias e ácaros, muitos deles grandes vilões do sistema respiratório.
O especialista explicou ainda, que a exposição ao ar seco produzido pelo aparelho provoca o ressecamento do revestimento interno do nariz. - “Não há medicamento eficiente para o tratamento se as causas da alergia não forem identificadas e evitadas”, destacou o médico. Kauffman orientou que além de manter o filtro do ar condicionado sempre limpo, os usuários devem evitar contato direto com a corrente de ar lançada pelo aparelho.

Amazonas Em Tempo

terça-feira, 14 de julho de 2009

GANGORRA DA VIDA: FRIO EM QUISSAMÃ E CALOR EM QUISSAMA


Alguém já disse que a vida é uma eterna roda gigante. Existe uma para cada assunto. Ela anda tal qual os diferentes fusos horários e climas do mundo. Enquanto num lugar são oito da manhã, em outros são oito da noite. Pessoas dormem pra mais um dia que vem e outras despertam para mais um. Frio em Quissamã e muito calor em Quissama, do outro lado do Atlântico. A vida também é assim. Não para. Você tava lá em cima na roda gigante, alguns minutos e você tá perto do chão. Também se assemelha a uma gangorra. Se estamos embaixo, precisamos nos impulsionar para subir e se estamos em cima temos que esperar a ação do que está embaixo. Mas nem todos a encaram desta maneira. Em geral, a desenfreada disputa por espaço, que leva a matar um leão todos os dias, é quase uma regra. Exceções, apenas, para quem conhece, muito bem, a rotina das mudanças e sabe que a humildade é a maior das virtudes. E que o tempo é o senhor da razão.

FAMÍLIA UNIDA

Reportagem do jornal “Folha de S. Paulo” deste domingo afirma que o namorado da neta do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), é funcionário do Ministério de Minas e Energia (MME). Segundo a matéria, o estudante de Direito Luiz Gustavo Amorim ocupa cargo de confiança na Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral da pasta, com salário de R$ 2.518,42. O MME é comandado por Edison Lobão (PMDB-MA), aliado político do presidente do Senado no Maranhão. De acordo com o jornal, foi Lobão quem nomeou o namorado da neta de Sarney em fevereiro de 2008. A “Folha” informa que tentou encontrar o funcionário no local de trabalho, mas informou que “ninguém o conhecia."

"DE MENOR"

A PEC (Proposta de Emenda Constitucional), que estabelece a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos de idade, tem de ser encarada com mais seriedade e sem demagogia. Defender a inimputabilidade penal a menores de 18 anos, com abaixo-assinados, como vêm fazendo algumas associações e entidades organizadas, não representa o que pensam milhares de famílias atingidas por elementos "de menor", protegidos por uma lei arcaica existente desde quando representava a inocência característica da idade. Não adianta magistrados, promotores de Justiça e defensores públicos da Infância e Juventude tratarem a PEC, em andamento no Congresso Nacional, como "irresponsável e desumana e que só vai lotar, as já lotadas, instituições penais". O que se precisa é fazer tentativas, tomando como base a experiência de países bem sucedidos que conseguiram diminuir o número de crimes praticados por menores de 18 anos. Não adianta ficar de braços cruzados ou de mãos para cima para elementos "já maduros" que podem nos matar ou servir de proteção para os mais velhos. O Brasil precisa, sim, proteger a sociedade como um todo, com mais igualdade social, mas que isto não signifique proteger um grupo de "menor" que aumenta, a cada dia, tendo a certeza da impunidade. Menos direitos humanos para o criminoso e mais amor à vida.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

O DIA 13-07-2009










CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR!

sábado, 11 de julho de 2009

FICHAS-SUJAS

Eleitor que não vota e não justifica, paga multa e não pode participar de concurso público. Já no mundo da política, mesmo respondendo a processos na Justiça ou não tendo as contas eleitorais aprovadas, um candidato poderá concorrer pois sem transitar e julgar há, apenas,"suspeitas". Depois os políticos reclamam quando, por exemplo, a imprensa internacional considera o Congresso uma "Casa dos Horrores".

CASA DOS HORRORES

Esta foi a expressão escolhida pela revista britânica The Economist para se referir aos escândalos no Senado brasileiro. Em seu artigo, entre tantas "assombrosas" revelações, ela lembra que três presidentes do Senado brasileiro foram afastados ou renunciaram nos últimos oito anos em razão de escândalos — Sarney pode ser o quarto –, e ressalta a discrepância de a Casa ter quase dez mil funcionários para assessorar 81 senadores. Fica aí mais um péssimo exemplo da grave crise política pela qual passam instituições criadas exatamente para proteger a sociedade. E que as tropas de choque da republiqueta não tentem esconder os escândalos nem propor trocas do tipo manutenção de mordomias por CPI's.

DEPRESSÃO

Você sabia que dores de cabeça, nas costas ou mesmo distúrbios gastrintestinais podem ser sinal de depressão? Poucos sabem da relação dos sintomas físicos com a doença, que acomete 121 milhões de pessoas em todo o mundo. Uma pesquisa realizada com 377 pacientes indica que 72% desconhecem que dores vagas ou difusas são sintomas da depressão, sendo que 30% deles apresentam os sintomas físicos dolorosos por mais de cinco anos antes de receberem diagnóstico apropriado. Quadros de depressão como estes necessitam de tratamento que combine o alívio dos sintomas emocionais e dolorosos. É o caso da duloxetina, uma moderna opção medicamentosa que age nos sintomas emocionais (tristeza, ansiedade, humor depressivo) e físicos (fadiga, dores vagas e difusas no corpo), além de apresentar bom perfil de tolerabilidade, aspecto importante para uma medicação que geralmente necessita ser utilizada por períodos longos. A causa da doença ainda é desconhecida, mas uma das teorias mais aceitas é que a depressão é conseqüência de uma disfunção no sistema nervoso central, que diminui e desequilibra as concentrações de dois neurotransmissores (a serotonina e a noradrenalina). Estes neurotransmissores são responsáveis pelo aparecimento dos sintomas físicos e emocionais da depressão. Apesar do difícil diagnóstico e da gravidade da doença, existem tratamentos eficazes atualmente. Os mais comuns envolvem psicoterapia e medicamentos e, para que haja o desaparecimento completo dos sintomas, é preciso que seja aplicado um tratamento completo.

http://www.jornalorebate.com.br

sexta-feira, 10 de julho de 2009

CPI DA PETROBRAS

A pressão pela instalação da CPI da Petrobras aumentou em função de reportagem publicada ontem pelo jornal "O Estado de S. Paulo". Segundo a reportagem, a Fundação José Sarney – entidade privada instituída pelo presidente do Senado para manter um museu com o acervo do período em que foi presidente da República – teria desviado para empresas fantasmas e outras da família do próprio parlamentar dinheiro da Petrobras, repassado em forma de patrocínio, para um projeto cultural que nunca saiu do papel.

O DIA 10-07-2009














SINE QUA NON

Finalmente, a base governista no Senado resolveu "permitir" a instalação da CPI da Petrobras. No entanto, não abre mão de ficar com todo o comando (relatoria e presidência) e isto cheira a mais uma daquelas pizzas. Dizendo ser esta condição sine qua non, o líder Romero Jucá, conhecido por sua postura de completa arrogância e "extrema lealdade aos amigos", deixou claro que não haverá negociação com a oposição neste sentido. Acho que a oposição, com todas as suas prerrogativas, mesmo como minoria, não deve abrir mão de lutar por um dos principais cargos da comissão. Fazer da CPI uma completa chapa-branca só aumenta a desconfiança da sociedade em relação aos senadores e a certeza de que tudo pode acabar em pizza.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

CAMPANHA NA INTERNET

A Câmara dos Deputados aprovou hoje, em votação simbólica, o projeto de lei que trata da reforma eleitoral. Entre os avanços do texto aprovado está a liberação da internet nas campanhas, mas só para candidatos. Seriam liberadas ações apenas em sites do próprio candidato, incluindo blogs e sites de relacionamento, como Orkut e Twitter. Novamente, como na legislação anterior, o projeto quer que a campanha na internet seja submetida às mesmas regras de TV e rádio. A proposta, porém, proíbe as propagandas pagas pelos candidatos na internet.

LULA E O BEBÊ

A VOLTA DA GENI

A cada dia fica mais evidente que as denúncias de envolvimento do presidente do Senado em atos irregulares da Casa e sua rigorosa apuração vão cair no esquecimento. Por mais que me esforce em acreditar no tal do grupo autointitulado de " Os Éticos do Senado " - isto lembra mais um grupo de rock nacional dos anos 60 -, as determinações do presidente Lula, a influência do PMDB e a aproximação do recesso darão a sobrevida que Sarney tanto precisa. A tentativa para se retirar a blindagem feita pelo governo e de mobilizar entidades organizadas talvez seja pouco em se tratando do tamanho do corporativismo e, principalmente, do envolvimento da maioria dos senadores com os atos irregulares, que vão do nepotismo aos atos secretos, pontas de um iceberg chamado Senado Federal.

TERCEIRO MANDATO

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) rejeitou a proposta que previa a possibilidade de segunda reeleição para presidente da República, governadores e prefeitos, além da prorrogação dos atuais mandatos. A tentativa, aloprada por sinal, visava beneficiar quem está no poder e isto fere qualquer princípio da certeza das regras pré-estabelecidas e qualquer coisa desta natureza cheira ao golpismo. Ou, numa linguagem mais recente, ao chavismo. Deve-se aplaudir a sensatez dos membros da CCJ que demonstraram, neste particular, que não se pode modificar a Constituição ao bel-prazer. Permitir o terceiro mandato ou prorrogar os atuais só mancharia, ainda mais, a imagem de um Congresso já desgastado pelos sucessivos escândalos.

terça-feira, 7 de julho de 2009

MARCHA DOS PREFEITOS

Na próxima terça-feira, milhares de prefeitos, vereadores, secretários municipais, senadores, governadores, parlamentares estaduais e federais, ministros e o presidente da República estarão reunidos em Brasília em razão da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), a Marcha é, segundo seu presidente, Paulo Ziulkoski, "o maior espaço de debates do Brasil para tratar das reivindicações das administrações municipais". Não somos contra qualquer iniciativa que venha a favorecer os cidadãos que vivem, de fato, nos municípios e nada melhor do que seus representantes legais para ajudar neste sentido, sendo esta obrigação do homem público. O que esperamos, em mais um movimento como este, é que não sirva apenas para o passeio de estreantes - ou veteranos - pela capital federal, onde poderão tirar fotos com uma montagem do presidente Lula, nem que aproveitem uma oportunidade tão rica para fazer campanha presidencial para candidatos, como parece que aconteceu da última vez. Ela deve ser política, sem dúvida, mas apartidária acima de tudo.

BAGUNÇA LEGALIZADA

Em quase 200 anos de história, o Senado deve estar atravessando uma de suas maiores crises. Os sucessivos escândalos - agora revelados pela imprensa - fazem daquela Casa de Leis, que deveria agir com rigorosa fiscalização ao Executivo não fosse o constante nível de comprometimento – um bom exemplo de “bagunça legalizada”. Com um orçamento de R$ 2,8 bilhões por ano, cada senador custa aos cofres públicos R$ 34 milhões, cerca de R$ 2,8 milhões por mês, R$ 94 mil por dia para se manter cada um dos 81 senadores. São cerca de 12 mil servidores, ou seja, 123 para cada senador, quase todos protegidos por atos jurídicos dificilmente derrubados, com salários completamente incompatíveis com nossa realidade. Para se ter ideia, um motorista do Senado, como o mordomo “Secreta” da governadora Roseana Sarney, recebe um salário de R$ 12 mil. Dados tão assombrosos permitem que o Senado crie uma casta privilegiada, com irregularidades e imoralidades como as que vimos aparecer todos os dias, com atos secretos, frutos de uma “bagunça legalizada”, projetada para permitir desvio de dinheiro público, diversos favores políticos - extensivo a parentes e amigos - mordomias para todos e um amplo espaço para negociatas de servidores sem o menor escrúpulo. Combater as ilegalidades talvez não seja difícil se comparado com a tarefa da Mesa Diretora (com ou sem o presidente Sarney) de acabar com as irregularidades e imoralidades cometidas há muito tempo que, agora, com o início da abertura da caixa-preta, passamos a conhecer.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

POLÍCIA PRENDE QUATRO DOS NOVE VEREADORES


Quatro dos nove vereadores da Câmara Municipal de Pilar, em Alagoas, e três ex-vereadores foram presos ontem pela Polícia Civil sob a acusação de desvio e mau uso do dinheiro público entre 2005 e 2007. Segundo o Ministério Público do Estado, eles são acusados de não prestar contas da verba indenizatória, contratar assessores irregularmente e superfaturar contratos. O prejuízo chega a aproximadamente R$ 2,5 milhões. No total, foram expedidos dez mandados de prisão, sendo que oito foram cumpridos até o início da noite de ontem. Calma, gente! Não é nada do que vocês estão pensando e estas pessoas, certamente, não são conhecidas suas. Mas nada como um bom exemplo para dar ânimo novo à sociedade.

ELE NÃO PRESTA MAS TE AMA


Atribuem a Eça de Queiroz a seguinte frase: "político e neném devem usar fraldas pelo mesmo motivo". Olhem que isto foi dito - se é que o foi - há muito, muito tempo...
No entanto, a prática de os políticos serem imprevisíveis e fazerem por aí suas sujeiras aumenta a cada dia. Outra que chama bastante atenção e nos revolta, sempre, é quando antigos desafetos políticos, em nome da governabilidade ou não sei lá o que mais, unem-se e, na maioria das vezes, passam a tecer elogios entre si. Este tem sido o caso de amor eterno entre Lula e Sarney e, certamente, vários aí bem pertinho de você. Êta política sem-vergonha. Se é que isto é política!

domingo, 5 de julho de 2009

MERECIDAS FÉRIAS?

Os congressistas brasileiros, os mesmos que custam aos cofres públicos o dobro dos americanos, alemães, chilenos e britânicos, entram em recesso. Privilegiados com os altos salários, cotas de passagens aéreas, apartamentos funcionais, planos de saúde bem abrangentes, semanas de trabalho curtíssimas e tantas outras vantagens, eles deveriam se envergonhar dessa incompatível condição e trabalhar mais para diminuir as desigualdades sociais, o crime organizado (dentro e fora do Congresso) e tantas outras mazelas muitas vezes provocadas por eles mesmos com seus maus exemplos. Enquanto o país vive uma crise institucional, com um Congresso Nacional desacreditado em razão dos sucessivos escândalos que não vota matérias nem faz avançar reformas importantes, favorecendo, sempre, o corporativismo, a sociedade continua à mercê da estagnação e vendo estes senhores simplesmente "saindo de férias".

POLÍTICOS CAROS

Um estudo da ONG Transparência Brasil aponta que os parlamentares brasileiros são mais caros para o contribuinte do que nos Estados Unidos, Chile, Alemanha, França e Grã-Bretanha. A pesquisa comparou as verbas destinadas aos congressistas com o Produto Interno Bruto (PIC) per capita de cada país. Um deputado brasileiro, por exemplo, custa o dobro do que um americano. No Brasil, que o PIB per capita é de R$ 19.503,84 ao ano, cada senador custa R$ 1.618.460 no período, enquanto um deputado gasta R$ 1.340.077. Já nos Estados Unidos, cujo PIB per capita é de R$ 91.607, um deputado custa R$ 2.938.799. Na Grã-Bretanha, os deputados custam R$ 756.006. Segundo o estudo, um senador brasileiro custa, em termos reais, mais de três vezes o que custa um senador chileno para o contribuinte do país vizinho e "cerca de 8,4 vezes mais o que pesa um senador francês no bolso do cidadão ao qual serve". Cada deputado brasileiro custa 5,5 vezes mais do que um alemão, seis vezes mais que um francês e 6,5 vezes mais do que um britânico, diz o estudo. A ONG Transparência Brasil levou em conta o salário, a verba de representação (verba indenizatória), as viagens e a verba de gabinete.

sábado, 4 de julho de 2009

NO TAPETÃO

Lula vociferou outro dia que a oposição, mais precisamente o PSDB, quer ganhar a presidência do Senado "no tapetão". Para ele, o afastamento de Sarney, além dos problemas com o PMDB, poderia entregar o cargo ao arquiinimigo que, certamente, traria à tona tantos outros e a temível instauração de CPI's como a da Petrobras, por exemplo, a qual o governo vem tentando postergar a custos altos como estes, de até mesmo defender a figura patética de um ex-presidente em melancólico final de carreira. A crise no Senado já existe. Com ou sem a interferência do Palácio, a oposição está com pratos e panelas cheios, muito mais pelos graves erros cometidos na Casa do que por suas próprias virtudes. Para nós, tristes espectadores, resta torcer para que não se confirme a máxima de que "são todos farinhas do mesmo saco".

sexta-feira, 3 de julho de 2009

TSE APROVA CALENDÁRIO ELEITORAL

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o calendário eleitoral das eleições de 2010. A corte decidiu que o primeiro turno das próximas eleições será realizado no dia 3 de outubro. Já o segundo turno ocorrerá no dia 31 de outubro. No próximo ano os brasileiros escolherão o presidente da República, governadores, deputados (federais, estaduais e distritais) e senadores.
“A primeira data que deve ser observada pelos partidos e candidatos é 3 de outubro deste ano, quando faltará um ano para a eleição. Até esta data, todos os partidos políticos que pretendam participar das eleições devem ter obtido o registro de seus estatutos no TSE. Também até esta data, os candidatos devem ter domicílio eleitoral na circunscrição na qual pretendem concorrer e estar com a filiação deferida no partido pelo qual vão disputar uma vaga, desde que o estatuto partidário não estabeleça prazo superior”, explica o TSE. As convenções partidárias deverão ocorrer no período de 10 a 30 de junho do próximo ano. Já os partidos terão de apresentar o registro de candidatos até o dia 5 de julho de 2010".


PERGUNTAR NÃO OFENDE

Por que o DEM, que apoiou a candidatura de José Sarney a presidente do Senado, prega seu afastamento, e o PT, que não o queria na presidência, agora pede para ele ficar?

CENAS DEPRIMENTES

Deprimente pode ser a melhor palavra para definir a atitude de Mercadante que, "em nome da governabilidade", passou a apoiar a permanência de Sarney à frente do Senado após determinação do presidente Lula que convocou seu partido, o PT, para atacar em bloco aqueles que exigem o afastamento do presidente da Casa. É lamentável assistir, durante duas horas, um senador tentar defender posições que, por sua biografia como oposição, nota-se serem extremamente paradoxais. Mas como a ordem que vem de cima diz para 'fazer o que mando e não o que faço', senadores como Mercadante, outrora sensatos, são obrigados a divergir do óbvio - que é a saída de Sarney - em nome da governabilidade e de possíveis outros interesses.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

PROFESSOR CRITICA REFORMA


Questionado sobre a reforma ortográfica, que entrou em vigor no dia 1º de janeiro deste ano, o professor Pasquale Cipro Neto fez duras críticas às mudanças. Para o professor, a sua implementação produziu somente problemas para os cidadãos. "A reforma gerou confusão, textos mal escritos e interpretações diversas. Houve desperdício de dinheiro, água, papel e energia elétrica por um acordo que entrou em vigor precipitadamente, pois nem sequer Portugal ainda o adotou".

PREFEITO DO RIO GASTA R$ 50 MIL EM NOVO SITE

Segundo a Folha Online, a Prefeitura do Rio gastou R$ 50 mil para na criação do novo site --www.palaciodacidade.rio.rj.gov.br -- em que o prefeito Eduardo Paes pretende se relacionar com a população. Em busca de uma maior interação com a população, o prefeito do Rio criou perfis em sites de relacionamento como Orkut, Twitter, Facebook e MySpace. No entanto, Paes admitiu que ao menos no Twitter ainda é um novato e não sabe manusear o site. Paes afirma disse que a proposta é que o cidadão possa acessar o site e se manter informado sobre o trabalho da prefeitura na cidade. O objetivo é que o visitante envie denúncias, ideias e mensagens.

COMUNIQUE-SE.COM

Petrobras gasta R$ 50 mil com publicidade do Blog Fatos e Dados

Mesmo com grande exposição na mídia, estatal investe em publicidade para divulgar o blog. Assessoria da companhia justifica os gastos com os resultados alcançados. Em 17 dias de campanha foram mais de 106 mil cliques que remeteram ao site.

CRISE AFETA RECEITA PUBLICITÁRIA

A crise econômica vem afetando a receita publicitária dos jornais brasileiros. Em abril, o setor faturou R$ 246,9 milhões, 17,1% menos que no mesmo mês do ano passado. Nos quatro primeiros meses deste ano, a queda acumulada é de 9,2%. A participação dos jornais no bolo publicitário caiu de 17,6% para 15,2%.

NU COM A MÃO NO BOLSO

O governo do Nepal vem obrigando os funcionários do Aeroporto Internacional de Katmandu, o principal do país, a usarem calças de uniforme sem bolsos para tentar acabar com a prática de subornos. A medida foi tomada porque é cada vez maior o número de reclamações contra os funcionários, acusados de aceitar subornos e por roubos de objetos da bagagem de alguns passageiros. Se a medida fosse adotada em alguns países campeões de corrupção, como o Brasil, por exemplo, ia ter um bocado de gente sendo obrigada a ficar sem roupa nenhuma no trabalho.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

O DIA - 01-07-2009









CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR!

CASTELO DE CONCRETO

Diferente do Castelo de Areia da fábula, o do Deputado Edmar Moreira está bem longe de cair. O Conselho de Ética da Câmara de Deputados rejeitou o relatório que pedia a cassação do deputado, não por ter um castelo avaliado em R$25 milhões e sim por mau uso da verba indenizatória, mais uma das vergonhas nacionais. Por nove votos a quatro, o resultado está dentro do que a sociedade espera de seus representantes, ou seja, a continuidade do corporativismo, falta de decoro, farra do dinheiro público e tudo mais de errado que a maioria dos congressistas já se acostumou a fazer. Enquanto isso, bem perto dali, "Sir Ney" continua presidindo o Senado da República até quando Deus quizer.