domingo, 18 de fevereiro de 2018

PRA COMEÇAR A SEMANA

"A pior ditadura é aquela que vem disfarçada de democracia".( General Augusto Heleno)

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

PANORAMA

JUSTIÇA NO CARNAVAL

Mais uma vez, Niterói e São Gonçalo brilharam, respectivamente, na Passarela do Samba e no palco da maior festa popular do planeta, premiando aqueles que durante muito tempo se prepararam para enfrentar os muitos obstáculos da dificílima disputa pelos postos máximos do Carnaval no lado de lá da Baía da Guanabara. E o resultado não podia ser outro: a Escola de Samba Unidos do Viradouro foi a campeã do grupo da Série A do Carnaval do Rio de Janeiro, enquanto a Unidos do Porto da Pedra ficou em terceiro lugar (o segundo foi para a Escola Unidos de Padre Miguel). Com o título, a agremiação niteroiense ganha o direito de voltar a desfilar no grupo Especial em 2019. Quem conhece um pouco do que as duas escolas fazem para levar alegria, beleza, harmonia, criatividade, empenho e, principalmente, a tradição de promover sempre um belo Carnaval no chão, no corpo, na alma e no gogó - qualidades nem sempre devidamente reconhecidas - sabia que este dia chegaria e, mais cedo ou mais tarde, uma ou outra escola soltaria o grito entalado há muito tempo na garganta por causa das muitas 'artimanhas e armadilhas' produzidas nos bastidores de uma festa com interesses cada vez mais 'espetaculares'. Melhor deixar pra lá e, agora, só comemorar o resultado das duas agremiações que por pouco não fizeram dobradinha este ano na série A.

ENREDOS ENVOLVENTES

Com o enredo Vira a cabeça, pira o coração! Loucos gênios da criação! , a escola de Samba Unidos da Viradouro decidiu falar das loucuras e das criações de grandes gênios da história que conseguiram deixar grandes legados como a energia e a aviação. Já a Porto da Pedra trouxe para avenida o enredo Rainhas do Rádio - Nas ondas da Emoção, o Tigre coroa as divas da canção!, em homenagem às dez cantoras que foram eleitas Rainha do Rádio, em concurso que ganhou mais notoriedade quando começou a ser realizado pela Rádio Nacional. Pelos resultados alcançados pelas representantes dos municípios de Niterói e São Gonçalo, as "loucuras dos gênios" e as "ondas da emoção" foram bem entendidas o que lhes valeu excelentes notas dos jurados.

A QUEM PERTENCE?

Nos bastidores da política e da justiça não se fala em outra coisa: a contratação do ex-ministro do Supremo Tribunal  Federal (STF), Sepúlveda Pertence, a um peso de ouro quase proporcional ao tamanho da corrupção no País - metaforicamente falando - trata de um grande acordão para livrar Lula da cadeia, tirá-lo do páreo - no caso, a disputa pela presidência da República , em outubro - e dar um grande empurrão no candidato que deve sair de um pacto liderado, principalmente, pelo PSDB, pelo PMDB e com a conivência do PT, aliás, sempre assim quando se trata de fazer de tudo para livrar a cara dos membros altos da cúpula baixa e desqualificada. Tudo porque essa gente, que vem arruinando o Brasil há algum tempo, quer se proteger e proteger os ladrões, continuar com privilégios e, claro, tentar diminuir a força do pré-candidato Jair Bolsonaro. O que parece que não vai conseguir pois sua força, cada vez maior, tem vindo das ruas e do grande desejo das pessoas por mudanças e exatamente contra acordos como estes entre Sepúlveda, o STF, o governo Temer, o PSDB de FHC, um PT cada vez mais desgastado e sabe-se lá mais de quem e do quê?

 LULA SEM HABEAS

Só que na onda dos boatos que vêm de Brasília, falando dos muitos acordos espúrios para livrar Lula e fazer alguém ir pro segundo turno, supostamente, contra o deputado Jair Bolsonaro, se esqueceram de combinar com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que tem deixado claro ser contra o pedido de habeas corpus protocolado pela defesa do ex-presidente para evitar a eventual prisão preventiva dele após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça Federal. E a mulher forte da PGR já tem até um parecer argumentando que o habeas corpus não pode ser concedido pelo STF porque o mérito do mesmo pedido ainda não foi julgado pela instância inferior, o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Além disso, a procuradora reafirma entendimento favorável do Ministério Público pelo início da execução provisória da pena após julgados os recursos em segunda instância.
“Estes fundamentos mostram que, ao contrário do afirmado pelos impetrantes, a execução provisória da pena de prisão não é desproporcional nem levará injustamente à prisão réu cuja culpa ainda não esteja satisfatoriamente demonstrada. Muito ao contrário. É medida que observa a presunção de inocência, o duplo grau de jurisdição e corrige a grave disfunção que acometia o sistema penal do país”, argumentou a procuradora-geral no parecer. Pelo visto, as pessoas honestas do Brasil (uns 200 milhões de brasileiros e brasileiras) podem continuar acreditando em boa parte da Justiça, a começar por pelo menos uns seis ministros do STF...

TROCANDO DE ROUPA

Passado o Carnaval, quando muitos dizem que começa o ano de verdade, tem-se, agora, menos de oito meses para a decisão política mais importante em quatro anos, uma vez que estarão em nossas mãos ( na verdade, nos dedos indicadores) a escolha do próximo presidente da República, governadores, senadores (2) e deputados federais e estaduais. É chegada a hora de ficarmos atentos a tudo que vem nos cercando em termos de economia, administração, decisões judiciais, corrupção praticada e o envolvimento dos agentes públicos com a coisa pública, portanto, que nos pertence. Existem muitas formas de ficarmos ligados nisto, seja através dos veículos de comunicação, redes sociais e, até, nas muitas fábulas que nos levam a refletir sobre nosso próprio cotidiano. E uma delas que mais gosto é a "Trocando de Roupa" (ou "Navio Fedendo") que propõe atenção máxima quando começarem discursos falando em mudanças. Ei-la:

Navegavam há meses e os marujos não tomavam banho nem trocavam de roupa. O que não era novidade na Marinha Mercante britânica, mas o navio fedia!
O capitão chama o imediato:
– Mr. Ciro, o navio fede. Mande os homens trocarem de roupa!
Responde o imediato:
– Sim, sim, Sir. E parte para reunir os seus homens e diz:
– Marinheiros, o capitão está se queixando do fedor a bordo e manda todos trocarem de roupa. Geraldo, troque a camisa com Dória; Meirelles troque a sua com Temer; Luiz troque a sua com Marina (única mulher a bordo, ao lado de Luciana), Huck troque a sua com Maia … e assim prosseguiu.
Quando todos tinham feito as devidas trocas, volta ao capitão e diz:
– Sir, todos já trocaram de roupa.
O capitão, visivelmente aliviado, manda prosseguir a viagem.



DINHEIRO EXTRA


A Embratur não para de comemorar os resultados da concessão do visto eletrônico para turistas oriundos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão. Segundo o Ministério do Turismo, somente no período do carnaval, mais de 400 mil turistas estrangeiros ingressaram no Brasil, injetando na economia R$ 11,4 bilhões, além de 10,7 milhões de turistas nacionais e, nestes tempos de crise, a "graninha dos gringos" cai bem. Para o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, o visto eletrônico é uma grande mudança na estratégia de internacionalização do turismo do Brasil. A expectativa da Associação de Agências de Viagens dos Estados Unidos (USTOA, na sigla em inglês) é que, nos próximos meses, dobre o número de turistas americanos que visitam o Brasil por causa dessa facilitação, fazendo com que o País seja o primeiro destino dos americanos (a Argentina ainda é o primeiro destino). Lummertz observou, contudo, que isso requer tempo. “Mas a reação foi imediata”. Os agentes de viagens que trabalham em casa, chamados 'home brokers', também estão com a expectativa que a derrubada dessa barreira facilite muito a vinda dos americanos e canadenses para cá.  A vice-presidente da Associação de Hotelaria da Austrália, Lyn Humphreys, falou que a medida agradou aos australianos, que precisavam fazer longas viagens até os consulados do Brasil naquele país e agora conseguem o visto pela internet em apenas 72 horas, contra os dois meses anteriores. Pra quem viaja por aí, principalmente, para lugares que não facilitam muito a vida dos turistas, fazendo-os passar por uma via crucis e gastar um bom dinheiro, os vistos eletrônicos são uma mão na roda... do avião.

FRASE DA SEMANA: "Dizem que as coisas, no Brasil, só começam após o Carnaval...então, Feliz Ano Novo"!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

PANORAMA

BRINCADEIRA SEM GRAÇA

Mais uma criança morre por causa das redes sociais e, principalmente, pelo desleixo de pais que acham que devido ao avanço tecnológico e à globalização deve-se dar liberdade para que os filhos não fiquem 'pra trás no futuro' - como muitos justificam por aí - deixando de ficar atentos ao que eles vêm fazendo quando estão ligados na Internet e suas muitas armadilhas, jogos e várias maldades vindas do outro lado da tela. E foi em mais uma delas que uma menina de sete anos, de São Bernardo do Campo (SP), caiu semana passada quando, ao brincar do "desafio do desodorante" (que consiste em inalar o desodorante e manter a boca fechada pelo máximo de tempo), desmaiou e teve uma parada cardiorrespiratória, vindo a óbito minutos depois de os médicos da UPA tentarem manobras para reanimar a criança. Ninguém, em sã consciência, pode ser contra a importante ferramenta que é a Internet. Ninguém deseja que seus filhos e filhas brinquem apenas de carrinhos, bolas, bonecas e de fazer comidinha. Correr, pular, subir em árvores, desfrutar da natureza, etc. Entretanto, em nome de uma cultura que o Brasil ainda não tem, muitas vezes se disponibiliza celulares de última geração, cujo conteúdo é ilimitado e, pior, sem o devido controle e a atenção constante por parte dos pais e responsáveis pelas crianças que, neste ambiente de 'liberdade', acabam caindo no perigoso mundo do inimaginável, da fantasia, da lavagem cerebral e dos jogos imbecis que comprometem e sacrificam a saúde física e mental de seres despreparados e, quando sozinhos, não sabem enfrentar desafios maiores.

SEM VOTO

Enquanto a corrida presidencial ainda não é pra valer, isto é, não começam a entrar em vigor os prazos para registro das candidaturas e a Ficha Limpa não pega alguém, principalmente, aqueles condenados em segunda instância por terem praticado crimes hediondos como corrupção passiva e lavagem de dinheiro, algumas pesquisas vão surgindo no longínquo cenário de desinteresse da população que, além do Carnaval, futebol, praia e chopp de (quase) todos os dias, também vê na corrupção e falta de credibilidade na classe política fortes elementos para não participar do processo eleitoral em outubro próximo. E foi o que resultou da última sondagem do Datafolha, feita entre 29 e 30 de janeiro: 1 de cada 3 brasileiros (32%) pretende anular o voto para presidente nas próximas eleições. É o maior percentual já registrado pelo instituto de pesquisa no começo do ano eleitoral. Antes disso, o percentual mais alto de brancos e nulos em pesquisas havia aparecido nas eleições 2014, com Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSC) - 19%. Para Mauro Paulino, diretor do instituto, é possível que essas eleições tenham o maior percentual de votos em branco ou nulo. "Vários indicadores mostram que eleitores não estão satisfeitos com candidatos e partidos. É difícil de prever, mas não será surpresa se a gente tiver a maior taxa de brancos e nulos desde a volta das eleições diretas", afirma. Nas eleições presidenciais de 2014, os brancos e nulos somaram 9,6% dos votos. O maior percentual já registrado foi de 19%, nas eleições de 1994. Tudo bem que o Datafolha não seja nenhuma Brastemp em termos de imparcialidade, pois a cada pesquisa, editorial ou mesmo na seção de Cartas dos Leitores, percebe-se uma leeeeeeeeeve tendência a apoiar a turminha da esquerda liderada por ex-presidente corrupto e condenado e um PT cada vez mais queimado com grande parte do eleitorado que o Datafolha insiste em não querer - e não poder - ver.

VOLTA DO GAROTINHO

Tem político que ainda vive no tempo de se fazer de morto, de esquecido, despretensioso e até de vítima, mas ninguém esquece. Por mais que tente ficar de fora dos holofotes, pelo menos, temporariamente, os problemas causados por ele não deixam a Justiça largar do seu pé. E foi o que fez a Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE/RJ) que acaba de representar contra o radialista e ex-governador do estado Anthony Garotinho por propaganda eleitoral antecipada, a partir de declarações que fizeram referência também ao crime de corrupção. Em vídeo, divulgado em sua página pessoal no Facebook para promover possível campanha ao executivo fluminense, Garotinho falou sobre metas de governo, fez promessas e pediu explicitamente votos, condutas vedadas pela legislação neste período. O radialista também declarou disposição para comprar deputados se for eleito sem formar maioria na Assembleia Legislativa (Alerj). A PRE pede que o vídeo seja retirado imediatamente do ar. “As palavras do representado não se coadunam com o momento histórico-social crucial que o país atravessa, em que práticas inaceitáveis como as mencionadas têm mobilizado o Ministério Público e o Judiciário. Anthony Garotinho propala esse tipo de ilícito como se fosse algo comum, corriqueiro e, sobretudo, impunível”, destaca o procurador regional eleitoral Sidney Madruga. Como se vê, Garotinho, que, recentemente, disse ter sido atacado quando esteve preso em Benfica, está sempre arrumando um jeito de contrariar a legislação eleitoral que, aliás, conhece muito bem haja vista ter disputado - e ganho - várias eleições. Só que ele, às vezes, se esquece que na vida ninguém pode ganhar tudo o tempo todo. Nem falar o que quer, tampouco, o que pensa.

MAR DE GENTE

Muitos vídeos viralizaram nas redes sociais com aquelas milhares de pessoas que, domingo passado, brincavam animadas na Banda do Ingá - também conhecida como Banda do Ingá(llo) já que o vereador licenciado, hoje à frente da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Luiz Carlos Gallo de Freitas, foi um de seus principais idealizadores - com o seguinte texto: - Já pensou essa multidão cobrando saúde, emprego, segurança e educação para o Brasil? Teríamos conseguido nossos direitos a (sic) muito tempo. Infelizmente o povo se vende pro Carnaval e pras festas e depois volta a velha frase "o país está em crise".  Por mais que vídeos assim retratem a realidade, já que a maioria dos brasileiros gosta, mesmo, mais de samba, suor e cerveja, eventos tradicionais como o de domingo na orla de Niterói são importantes pelos momentos de descontração e alegria que promovem (e no caso do Bloco Banda do Ingá, ainda foram arrecadadas mais de 12 toneladas de alimentos que foram distribuídas para instituições de caridade). No entanto, passada a maior festa popular, bem que a população também poderia continuar 'cantando' marchinhas e sambas pedindo prisão para os corruptos e mais saúde, emprego, segurança, educação,...

 PREVIDÊNCIA NA AVENIDA

E por falar em Carnaval, será que o governo perdulário, corrupto e arrogante de Michel Temer vai aproveitar a Festa de Momo para continuar cooptando, comprando e humilhando deputados para aprovar a Reforma da Previdência? Será que o presidente e a camarilha palaciana composta por Moreira, Padilha, Jucá, Meirelles, Marun, Maia e má companhia ilimitada conseguirão os 308 votos necessários? Dizem os experts em put...., digo, safadeza política, que este ano o governo não conseguirá aprovar projetos importantes como estes por ser ano eleitoral e pela absoluta falta de credibilidade de um governo que só não caiu por absoluta covardia e comprometimento de um Congresso Nacional incapaz de cumprir com suas verdadeiras prerrogativas por ser refém da corrupção e da falta de vergonha na cara da maioria de deputados e senadores brasileiros.

PAPAI BOQUIRROTO

Todo mundo está assistindo perplexo a maneira pela qual o governo Temer quer, porque quer, emplacar a deputada Cristiane Brasil - mais enrolada na Justiça e nos impropérios que vem vociferando por aí - como ministra do Trabalho. Muitos acreditam que o objetivo é agradar seu pai, o canalha, corrupto e falastrão Roberto Jefferson, presidente do PTB, partido necessário para a aprovação da Reforma da Previdência, que vê na indicação da filhota a ascensão da família ao poder e um reparo por injustiças praticadas contra ela. Outros, como o deputado neófito Carlos Marun (que conseguiu chegar longe no Planalto pela "coragem" que tem para ficar ao lado das coisas erradas) dizem ser porque é prerrogativa exclusiva do presidente nomear, exonerar, roubar, ops, e tantas outras que não podem sofrer interferências de outros poderes. Mas a verdade é que papai "Smurf" Jefferson também é muito conhecido pela voz que tem e usa bem, não como cantor de ópera e, sim, por, dependendo dos interesses pessoais, falar (quase) tudo que sabe, delatar ex-companheiros, enfim, fazer o diabo para defendê-los. E, em se tratando de governo Temer e organização criminosa, pela corrupção praticada por eles, não faltará assunto e denúncia para o ex-deputado - pré-candidato a deputado federal, agora por São Paulo pra onde se mudou com mala, cuia e título - jogar no ventilador. Sendo assim, a camarilha do Executivo e grande parte do Legislativo não quer nem pensar na possibilidade dele abrir aquela bocarra.

Frase da Semana: 
Brasil? Fraude explica. (autor: Carlito Maia, que não deve ser parente de Rodrigo Maia, César Maia e do relator da Reforma da Previdência, Arthur Maia)


terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

PRA COMEÇAR A SEMANA

Aviso aos navegantes da política: cuidado com dois pesos e duas medidas porque isso dá problema, processo e, muitas vezes, até cadeia.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

PANORAMA

SEM MORAL

O governo ilegítimo, amoral e imoral do senhor Temer teima em fazer reformas que ninguém quer ( ou quase ninguém pois, como sempre, existem umas poucas exceções, neste caso pessoas ligadas ao setor de previdência privada, etc). Como a da Previdência, que insiste baseado na tese de que não haverá como se fechar as contas nos próximos três, quatro anos. Só que tá todo mundo mais do que careca em saber que o instinto de sobrevivência da bandalheira política brasileira sempre fala alto, isto é, deputados, senadores, boa parte do Judiciário e a poderosa classe unida dos grandes empresários - corruptos e sonegadores - deste País querem garantir seus ganhos, suas mordomias, suas mamatas, enfim, a proteção para que a prática do toma lá dá cá, do meu pirão primeiro e a sujeira e as grandes desigualdades continuem. Se sobrou um pouco de sobriedade e coerência em alguém da República que, pelo menos,  se espere a definição do processo eleitoral - esperamos, com a entrada de representantes novos, sem os vínculos e vícios ligados ao casuísmo e aos interesses pessoais - quando poderá haver, também, o respaldo necessário para o diálogo com a sociedade. Apesar de a justificativa de se implantar um modelo de previdência mais moderno e eficiente, só com um chefe do Executivo consagrado nas urnas haverá apoio suficiente para propor mudanças profundas que mexerão diretamente com a vida de milhões de brasileiros. Sendo assim, não será o governo incapaz, perdulário e golpista de Temer que conseguirá fazê-la. Nem em fevereiro, nem em junho, nem em qualquer sessão de qualquer madrugada de 2018.

TORRE DE BABEL


Enquanto Temer, Meirelles, Padilha, Moreira e, agora, um tal de Marun ( aquele que costuma zombar da população cantando a música de Benito de Paula 'tudo está em seu lugar') tentam cooptar mais 'bravos - e caros - companheiros para a aprovação da Reforma da Previdência, o presidente 'zóio grande' da Câmara, Rodrigo Maia, (DEM-RJ), deu um ultimato ao presidente Michel Temer: ou ele reúne os 308 votos necessários para aprová-la em fevereiro ou não vota mais este ano. O recado foi dado durante café da manhã promovido nesta quarta-feira (31), em Brasília, pela Associação Brasileira de Relações Institucionais (Abrig). O pré-candidato balão de ensaio e, pra lá de assanhado, presidente, vem falando grosso que “não dá para carregar isso para além do mês de fevereiro”.
-Votou em fevereiro, votou. Não votou, será a agenda da eleição. Aqueles que até não queiram discutir na eleição, é melhor votar alguma coisa agora”, afirmou. Mas ele vem alfinetando o governo de várias formas, dizendo que o governo  falhou na comunicação com a sociedade sobre a necessidade de se aprovar com urgência a reforma previdenciária. Na visão dele, o Executivo não conseguiu convencer a população de que o rombo da Previdência é inadministrável e precisa ser atacado imediatamente. Também condenou o governo por ter cortado linhas de crédito da Caixa Econômica Federal para a área de saneamento, o que pode ter atrapalhado alguns 'negócios' da família Maia. 

 PESOS E MEDIDAS

O jornal Folha de São Paulo acaba de soltar uma pesquisa DataFolha de intenção de voto para presidente (o primeiro turno da eleição será no dia sete de outubro) e, pasmem, com as muitas ignomínias que o cercam ao longo das décadas, ele teve a coragem de  apontar a vitória de Lula, um condenado até em segunda instância e prestes a ser preso. Mas em se tratando daquele veículo, suas pesquisas políticas quase sempre são parciais e a serviço do PT, a começar com o rol de perguntas, muitas vezes induzindo a resposta do entrevistado, como no caso em questão. Seu valor seria quase que equivalente a previsões astrológicas pois quem conhece um pouco de estatística ri dos supostos percentuais de acerto que acompanham tais resultados. O que vale para uma amostra uniforme é extrapolado para algo fluído e constantemente mutante como a opinião pública, mas isto não parece ser importante para A Folha de S.Paulo que insiste em dizer que o ex-presidente ainda tá vivinho da silva.

PAÍS DAS FESTAS

Talvez o maior problema do Brasil não seja só a corrupção. Existe um outro, igualmente, gravíssimo que é o desinteresse pela política e por tudo que a cerca. Pelo menos em boa parte do ano.  Conforme nosso tradicional costume, saímos das festas de fim de ano, engatamos nas férias escolares e, agora, vive-se o período pré-carnavalesco quando ocorre uma espécie de paralisia de decisões que tanto na gestão pública como na atividade privada, teríamos de tomar. Depois vêm feriadões santos - ou outros profanos -, festas típicas, a copa do mundo de futebol e, só então, lá pra agosto ou setembro, portanto, há poucos dias das eleições, a maioria 'esclarecida' - ou não - procura saber pra onde ir. Essa nossa abulia comportamental, durante quase todo ano, não está ligada apenas à cultura de achar que política não importa tanto, que não adianta se mudar algo pois eles têm muito poder, etc. É que, nos últimos tempos, a coisa piorou tanto que conseguiu afastar ainda mais o eleitor de um processo que precisa, exatamente, deste desinteresse. Afinal, se não há cobrança e atenção permanentes, a possibilidade de os ratos proliferarem e transmitirem novas doenças é maior. Sendo assim, vamos, cada qual a sua maneira, exterminar mais e mais ratos...


CANA PRA LULA


Muitas são as perguntas da hora, isto é, aquelas que não saem da cabeça da maioria das pessoas que acompanham, minimamente, o cenário horripilante de muito caos e corrupção em que os políticos afundaram o País. Mas existe uma que supera todas: o ex-presidente Lula será preso? A cada dia a resposta se torna quase uníssona e apontando para uma única direção, qual seja, apesar de todo chororô do condenado, da petralhada e dos outros loucos que ainda pensam que a coisa é uma grande brincadeira, um faz de conta ao qual eles e muitos outros políticos estavam acostumados, uma grande armação para arruinar com o PT ( mais? impossível!) ou a Justiça vai se render ao pretenso e imaginado poder que insistem ter, o maior criminoso da história do Brasil está com os dias contados e a qualquer momento fará companhia a outros ladrões e traidores da Pátria. De nada vai adiantar fazer pressão sobre os outros graus , principalmente, o STF, que como a presidente Carmem Lúcia disse, " não irá se apequenar só para atender interesses surgidos após a decisão de prender condenados em segunda instância", tampouco querer dar uma de mártir e achar que organismos internacionais exercerão algum tipo de influência expressiva sobre nós (ONU, OEA, etc), pois os muitos brasileiros e brasileiras de bem (uns 200 e poucos milhões) estão mais do que convencidos de que " o cara" se aproveitou do cargo, do poder e da coragem que teve para fazer aquilo tudo que a Justiça provou que ele fez e muitas outras coisas que estão sendo investigadas para incluí- lo na Lei da Ficha Limpa, retirando- o de qualquer processo eleitoral e, melhor, trancafiando-o numa boa prisão de segurança máxima mostrando a todos que o crime não compensa. Agora é só uma questão de alguém dar o tiro de misericórdia ( no caso, uma canetada com a justa dosimetria) naquele que um dia conseguiu enganar tanta gente, usando de um partido que hoje ninguém mais duvida que foi criado para atender interesses particulares e transformar o País em mais um daqueles atrasados e malditos ditadores bolivarianos e comunistas da ilha cubana e daqui mesmo. Felizmente, a Justiça tarda mas não falha e em breve estaremos livres, de verdade, de pesadelos chamados Lula, PT e de todos os esquerdopatas inimigos do Brasil.

CALA A BOCA, MAGDA

A ex-quase-futura ministra do Trabalho, deputada Cristiane "Jefferson" Brasil (PTB-RJ) tem perdido a oportunidade de ficar quieta. Depois de ter cometido faltas graves em relação a direitos trabalhistas de ex-empregados - os quais nega peremptoriamente - ela viralizou um vídeo estranho, com uns caras estranhos, roupas e atitudes esquisitas, nas redes sociais, onde aparece falando uma série de impropérios, pasmem, contra a própria Justiça do Trabalho. "Todo mundo tem direito de pedir qualquer coisa na Justiça. Todo mundo pode pedir qualquer coisa abstrata. O negócio é o seguinte: 'quem é que tem direito?', ainda mais na Justiça do Trabalho. Eu, juro pra vocês, eu juro pra vocês, que eu não achava que eu tinha nada para dever para essas duas pessoas que entraram [com ação] contra mim. E eu vou provar isso em breve", declarou Brasil. Só que não, deputada. A senhora já foi condenada a pagar por seus erros (o tal do jeitinho brasileiro), recorreu, é verdade, mas não fica nada bem uma pretensa ministra falar mal, exatamente, de um ministério que existe para resguardar direitos, ou que existe pra isso. Mas aí é uma outra história...


CANA PRA LULA

Muitas são as perguntas da hora, isto é, aquelas que não saem da cabeça da maioria das pessoas que acompanham, minimamente, o cenário horripilante de muito caos e corrupção em que os políticos afundaram o País. Mas existe uma que supera todas: o ex-presidente Lula será preso? A cada dia a resposta se torna quase uníssona e apontando para uma única direção, qual seja, apesar de todo chororô do condenado, da petralhada e dos outros loucos que ainda pensam que a coisa é uma grande brincadeira, um faz de conta ao qual eles e muitos outros políticos estavam acostumados, uma grande armação para arruinar com o PT ( mais? impossível!) ou a Justiça vai se render ao pretenso e imaginado poder que insistem ter, o maior criminoso da história do Brasil está com os dias contados e a qualquer momento fará companhia a outros ladrões e traidores da Pátria. De nada vai adiantar fazer pressão sobre os outros graus , principalmente, o STF, que como a presidente Carmem Lúcia disse, " não irá se apequenar só para atender interesses surgidos após a decisão de prender condenados em segunda instância", tampouco querer dar uma de mártir e achar que organismos internacionais exercerão algum tipo de influência expressiva sobre nós (ONU, OEA, etc), pois os muitos brasileiros e brasileiras de bem (uns 200 e poucos milhões) estão mais do que convencidos de que " o cara" se aproveitou do cargo, do poder e da coragem que teve para fazer aquilo tudo que a Justiça provou que ele fez e muitas outras coisas que estão sendo investigadas para incluí- lo na Lei da Ficha Limpa, retirando- o de qualquer processo eleitoral e, melhor, trancafiando-o numa boa prisão de segurança máxima mostrando a todos que o crime não compensa. Agora é só uma questão de alguém dar o tiro de misericórdia ( no caso, uma canetada com a justa dosimetria) naquele que um dia conseguiu enganar tanta gente, usando de um partido que hoje ninguém mais duvida que foi criado para atender interesses particulares e transformar o País em mais um daqueles atrasados e malditos ditadores bolivarianos e comunistas da ilha cubana e daqui mesmo. Felizmente, a Justiça tarda mas não falha e em breve estaremos livres, de verdade, de pesadelos chamados Lula, PT e de todos os esquerdopatas inimigos do Brasil.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

IRONIA DO DESTINO

Quem diria. O PT e seu líder, Luladrão - definitivamente, condenado na primeira de uma série de acusações (tem pelo menos outras seis) -  foram pegos por uma lei que eles mesmos apoiaram e conseguiram fazer seu presidente boquirroto sancionar em 2010: a Ficha Limpa que deverá rejeitar sua participação na eleição de outubro, uma vez que ela é clara no sentido de que o pronunciamento condenatório de qualquer colegiado já basta para tal. Isto se os afilhados do tipo lewandowskies e toffolis, e os protetores de criminosos como os mendes, não mudarem as regras e derem uma nova esperança, deixando-o participar da corrida sucessória mesmo que com remotas chances, como tudo parece estar se desenhando, pois se os tribunais não vetarem a aberração o povo, que, agora, só o apóia para Presidente Bernardes, o fará. 


OPERAÇÃO LAVA SENADO

A Justiça sempre pode muito. Entretanto, não pode tudo. Nós, cidadãos e eleitores, sim, podemos fazer a verdadeira mudança que o País precisa. A revolução que todos queremos. Que tal permitindo que o Judiciário (aquele sem os imbecis que insistem que podem tudo e que costumam mandar soltar a escória da sociedade) nos proteja, ainda mais, acabando com o tal do foro privilegiado para senadores investigados pela Operação Lava Jato? No caso, não reelegendo 23 dos atuais mandatários que devem disputar as eleições de outubro por estarem cumprindo o oitavo ano de mama..., ops, mandato? (mas cuidado, pois eles podem tentar escapar pela Câmara) São eles: o atual presidente, Eunício de Oliveira; Romero Jucá; Lindebergh Farias; Humberto Costa; Renan Calheiros; Garibaldi Alves; Jader Barbalho; Edson Lobão; Gleise Hoffman; Agripino Maia; Ciro Nogueira; Benedito Lira; Aécio Neves; Aloysio Nunes; Cássio Cunha Lima; Vanessa Grazziotin; Lídice da Mata; Valdir Raupp; Ricardo Ferrraço; Ivo Cassol; Dalirio Beber; Eduardo Braga e Jorge Vianna.  

MUDAR É PRECISO

Boa parte do País tem demonstrado, pelo menos nos últimos cinco anos ( a Primavera Árabe, em 2013, motivou nossas ruas também), que deseja mudanças profundas. A começar pela política praticada, onde milhões de eleitores têm demonstrado repúdio pela maneira como os governantes e legisladores agem quase sempre em defesa de seus interesses e no caminho de atos que motivam e premiam a corrupção, as últimas eleições têm sido um bom parâmetro ao apontar que a coisa ou muda ou muda. Mas ocorreram, ainda, impeachment, rejeição pelo Congresso, renovação nas câmaras de vereadores, eleições extemporâneas derrotando 'antigos coroneis',  prisão de detentores de poder, alguns, muito poder e, até, condenação de ex-presidentes como acaba de acontecer com Lula da Silva que ao trair o mais típico sobrenome do brasileiro e milhões de brasileiros que nele confiaram em quatro eleições seguidas, foi conduzido à vala comum do ostracismo e, se possível, ao cadafalso que é para onde deveriam ir todos que traem a Pátria e a confiança de pessoas humildes e de boa fé.

BRASIL 3 x 0 LULA

O Brasil acaba de conquistar uma de suas mais importantes vitórias. Não nas modalidades esportivas onde tem tradição, como o futebol ou vôlei, mas naquela que representa a ordem institucional e o exemplo maior para todo aquele que pensa que está acima da lei: a Justiça. E foi isto que os três desembargadores do TRF-4 de Porto Alegre fizeram ao manter a sentença, anteriormente, imposta pelo juiz Sérgio Moro, ao maior mentiroso, corrupto, chefe de organização criminosa e traidor da Pátria, Luiz Inácio Lula da Silva, além de aumentá-la de nove anos e seis meses para doze anos e um mês de prisão em regime fechado. Se havia, em alguma parte do planeta, desconfiança em relação a enorme vontade do País para diminuir a corrupção e estancar a sangria de dinheiro público provocadas, principalmente, pela classe política e seus " sócios",  com a condenação do meliante e ladrão de esperanças, Lula da Silva, neste histórico 24 de janeiro de 2018, pode- se dizer que, agora, o crime já não compensa como antes e que os milhões de brasileiros e brasileiras honestos não estão mais desamparados e humilhados pelo poder de urnas, togas, dinheiro, foros ou quaisquer outros privilégios que lhes tirem direitos garantidos pela Constituição.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

INSISTIR É BURRICE

O governo perdulário e corrupto de Michel Temer não é só perdulário e corrupto, não. Ele tem outras péssimas qualidades que são julgar a tudo e a todos por si e dizer que  estão conspirando contra ele. No caso das 50 perguntas encaminhadas pela Polícia Federal, sobre o inquérito do decreto dos Portos, o presidente e seus asseclas, ops, seus advogados dispararam que a maioria tinha caráter " ofensivo, desrespeitoso e impertinente". Agora, ao barrar a nomeação da deputada Cristiana Brasil (enrolada em ações trabalhistas), pasmem, para o ministério do Trabalho, a presidente do STF, Carmem Lúcia está sendo acusada de provocar uma grave crise institucional. Como se vê, o (P)MDB, segundo governo mais perdulário, corrupto e mentiroso da história do País ( o primeiro continua sendo disparado o PT) ao invés de cumprir com suas obrigações neste tempo que resta - uma eternidade para a maioria -  prefere insistir na Teoria da Conspiração, nas Reformas que não são prioritárias ( que tal mexer nos benefícios concedidos a empresários sonegadores, nas vantagens surreais nos Três Poderes, etc.?), torrar dinheiro público para comprar parlamentares, fazer beicinho toda vez que o contrariam e, como diziam os antigos, ser burro por insistir no erro.

LIXO ELEITORAL

E eis que surge, na lata do lixo de pré-candidatos às eleições presidenciais de outubro, mais um: o "grande Caçador de Marajás" e de maracutaias, ex-presidente e senador, Collor de Mello resolveu integrar o volume de resíduos sólidos sem utilidade, supérfluos e perigosos que até o momento tem Lula, Ciro Gomes, Marina, Meirelles. Dória/Alckmin e Rodrigo Maia, fora outras coisas ruins que começarão a surgir (especula-se algo em torno de 20) principalmente, se Lula for condenado. Ver um homem que, entre outras sujeiras, confiscou as economias de milhões de brasileiros e brasileiras e se envolveu com propinas, como a da Lava Jato, querendo disputar a presidência do País pode ser o último saquinho a ser jogado no grande lixão nacional.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

PRA COMEÇAR A SEMANA

Tem governo que não aprende mesmo. Mesmo sabendo que a maioria não quer algo, assim mesmo, determina o cumprimento de uma vontade sua só por birra, teimosia, pra " mostrar que manda".

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

SEM REFORMA

Tudo indica que o governo não vai conseguir aprovar a Reforma da Previdência nem este ano. Prova da grande dificuldade que a Câmara teria de receber pelo menos os 308 deputados necessários para a aprovação em dois turnos de votação é que até o vice-presidente da Casa, Fábio Ramalho -  a exemplo do presidente Rodrigo Maia -, acaba de jogar a toalha ao dizer que, segundo levantamentos, o governo teria no máximo 220 votos (quanto otimismo!). Mesmo assim, a primeira votação está confirmada para logo depois do Carnaval, no dia 19 de fevereiro, e o cenário tende a ficar ainda mais difícil para se virar o jogo, mesmo com Michel Temer conversando ao pé da orelha com líderes evangélicos, empresários, como Sílvio santos que foi lá pegar seu aviãozinho de dinheiro e liberando verbas, distribuindo cargos, etc. A verdade é que por ser ano eleitoral, e a maioria daquela gente que habita e negocia no Congresso Nacional, ninguém quer correr riscos por saber que a reforma é uma grande furada e pode dificultar ainda mais seus planos de reeleição. 


CARAS DE PAU

Se fosse instituído o Prêmio Cara de Pau a políticos brasileiros, o presidente Michel Temer só perderia para o hours concours Lula da Silva que diz ser o mais honesto do País. Esta semana, durante as respostas encaminhadas à Polícia Federal sobre supostas irregularidades na edição de um decreto que teria beneficiado empresas do setor de portos, Temer disse que não recebeu nenhuma oferta de valor pra inserir dispositivos mais benéficos no Decreto dos Portos, ainda que em forma de doação de campanha eleitoral. "Em tal hipótese, minha reação seria de enérgica repulsa, seguida da adoção das medidas cabíveis (seriam parecidas com as ações de indenização que ele pediu a Joesley Batista e que acaba de perder?). Mas o pior foi o impoluto, o irrepreensível, o político acima de qualquer suspeita Temer dizer que a PF vem agindo com "agressividade, desrespeito e, portanto, impertinência com tantas perguntas descabidas e sem propósito". Esqueceu só de justificar por que gasta tanto dinheiro público para que deputados arquivem processos contra ele quando poderia ser uma grande oportunidade de mostrar sua honestidade, honradez e patriotismo?  


DE NITERÓI PARAR O MUNDO

O governo de Michel Temer tem colecionado uma série de derrotas pois todos sabem que onde tem (P) MDB tem coisa errada, desvios dos mais variados, corrupção, muita corrupção e forçação de barra. Como vem tentando fazer ao insistir na indicação da deputada Cristiane Brasil como ministra do Trabalho. Mas só que no meio do caminho tem Niterói. Tem Niterói no meio do caminho e ela, pelo menos até agora, continua barrada pela Justiça através do juiz Leonardo Couceiro que concedeu liminar em razão de uma ação popular movida após a divulgação de várias denúncias contra ela. A ex-futura ministra tem contra ela várias condenações trabalhistas, além de ter sido citada na Lava Jato em delação premiada. E outro detalhe que por si só deveria fazer com que o governo desistisse de nomear alguém com tamanho currículo: quem assume como suplente é Nelson Nahim - irmão de Anthony Garotinho - condenado a 12 anos por exploração sexual de menores e ela é filha de Roberto Jefferson, aquele que cumpriu prisão pela participação no mensalão e delatou os próprios colegas de parlamento com os quais conviveu durante os muitos anos de bons vinhos, bons charutos, boa música etc.



BALÃO DE ENSAIO

As redes sociais têm espalhado um vídeo com um depoimento de um cara, supostamente, bem informado, que faz duas perigosas revelações: Lula será absolvido na próxima quarta-feira pelo placar de 2 x 1 e que mesmo assim não será candidato à presidência. Pra começar, não creio que os três desembargadores do TRF-4 de Porto Alegre tenham revelado o placar nem pra seus maiores confidentes, tampouco, pra presidente do STF, com quem o presidente daquele Tribunal esteve no início da semana, pois todo mundo - e boa parte do planeta - tem acompanhado tudo relacionado ao julgamento do maior larápio da história do País com muita atenção e possíveis vazamentos não cairiam como balões de endaio desta maneira. Segundo, a Justiça não vai deixar passar a oportunidade de confirmar a decisão em primeira instância do juiz Sérgio Moro que conduziu o processo com " maestria" revelando fatos irrefutáveis de condutas criminosas do autor do maior projeto criminoso de poder até hoje instalado por uma quadrilha e o PT, seu partido. Por fim,  considero que as instituições, por mais falidas e desacreditadas que estejam, não vão tirar alguém na marra por mais que tenham cometido práticas criminosas como fez Lula e seus petralhas, muito menos as Forças Armadas que existem para preservar a ordem e ainda estão acima de toda a sujeira política espalhada mas que a parte boa da Justiça pretende começar a erradicar condenando Lula no dia 24, aliás, algo que a maioria dos brasileiros e brasileiras almejam há muito.

SEM ACORDO

A presidente do Supremo Tribunal e do Conselho de Justiça, ministra Carmem Lúcia, recebeu, na segunda-feira (15), o presidente do Tribunal Regional Federal - o famoso TRF-4, de Porto Alegre (RS) - desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, para tratar de vários assuntos relacionados ao julgamento de Luís Inácio Lula da Silva, já condenado em primeira instância por Sérgio Moro. Fato. Entretanto, corre à boca miúda, ou seja, nas muitas mensagens que circulam nas ferramentas da internet, precisamente, no WhatsApp, que entre os temas da conversa, possivelmente, estariam questões de segurança e até possíveis pressões para que o maior larápio de dinheiro público da história do País seja absolvido. Os muitos áudios viralizados, uma vez que o assunto desperta o interesse de algumas centenas de milhares de pessoas Brasil afora, sem falar nos muitos espalhados pelo mundo com os olhos e ouvidos grudados no celular, fazem até afirmações de que o placar será 2 x 1 favorável ao autor do maior projeto criminoso de poder e chefe de uma facção conhecida hoje como Partido dos Trabalhadores (PT), pelo menos, da banda podre que para muitos hoje constitui-se como a maioria de seus "chefes". Excetuando-se as muitas 'invencionices' criadas pelos adeptos do WhatsApp, do facebook, do twitter e das demais fontes de informação em tempo real, vindas das mentes criativas ou daqueles que querem apenas ganhar likes, joinhas e apenas se projetar ganhando mais seguidores, não se pode dizer que não exista uma 'torcidinha' de muita gente por aí para que Lula saia bem desta e possa concorrer às próximas eleições, evitando aquilo que vem se convencionando chamar de 'grande perturbação da ordem pública e abalo à paz e harmonia do Brasil' pelos problemas que podem advir no caso de uma nova derrota dele naquele Tribunal. Que me desculpem os que pensam contrário, mas dane-se a paz e a harmonia de um País que foi - e ainda está pelo PMDB e seus comparsas - destruído pelos lavradazes e inimigos de uma República e que continuarão apequenados ( o Brasil e as instituições)  se o resultado for diferente de uma condenação por 3 x 0 ou 2 x 1 como querem milhões de brasileiros humilhados e empobrecidos pelos corruptos da política, fora dela e por uma parte da Justiça que, até o momento, tem tirado a venda para dar veredictos favoráveis aos poderosos.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

PRA COMEÇAR A SEMANA

Petistas que não sabem a diferença entre Forza, Luca e Força, Lula podem querer o quê?

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

DIA D

           No próximo dia 24, portanto, daqui a duas semanas, acontece o julgamento do cadáver político e principal autor do maior projeto criminoso de poder, Luiz Inácio Lula da Silva, em Porto Alegre (RS). O ex-presidente (e porque não dizer o Partido dos Trabalhadores) estará sendo julgado por três desembargadores da 8a. turma do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4a. Região) que vão analisar o crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex e 'bater o martelo', ratificar a condenação feita pelo Ministério Público, através do juiz Sérgio Moro (9 anos e meio de prisão), aumentá-la, colocá-lo atrás das grades, enfim, revelar ao País e ao mundo se Lula poderá entrar na disputa presidencial deste ano e dos próximos uma vez que, entre os possíveis desdobramentos, também estarão em jogo as regras eleitorais, a Ficha Limpa e a inelegibilidade que a petralhada considera injusta por considerar "eleição sem Lula golpe". 
           Ou se o homem mais honesto do Brasil, como ele se intitula, vai poder sair pela porta da frente rindo da cara da população e disputar o pleito contra Jair Bolsonaro, Marina, Ciro, Álvaro ou Dória/Alckmin, algo que eu e as torcidas do Flamengo e do Corínthians duvidamos e consideramos improvável haja vista as provas incontestes contra o chefe da organização que liderou, permitiu e incentivou o roubo de cerca de R$ 230.000.000.00 (R$40 bilhões com os jogos olímpicos; R$30 bi com a copa do mundo; R$121 bi desviados da Petrobras; R$12,6 repassados a 7,700 ONGs; R$ 16 bi em publicidade nos (des)governos de Lula e Dilma; mais de R$1 bi para o MST e outros movimentos ligados ao PT; R$ 204 milhões de cartão corporativo (gastos secretos), na gestão Dilma; R$65,9 milhões repassados a UNE; R$11 milhões a blogueiros só às vésperas do impeachment de Dilma; quase R$ 20 bi para a 'companheirada' de Cuba, Bolívia, Venezuela, Argentina e países africanos, sem contar os R$ 3 bi pagos pela Petrobras a investidores americanos para encerrar a ação coletiva de americanos contra a estatal.
           Agitadores do PT, da Frente Brasil Popular, do MST, bolivarianos, comunistas, socialistas, centenas de desocupados 'subsidiados' por sindicatos, 'subsidiados' pelo PT e seus puxadinhos,etc., já começaram a se mobilizar para criar mais caos institucional, desordem pública, instabilidade, possível quebra-quebra por causa da decisão do Tribunal, desfavorável a Lula mas favorável à vontade da maioria do povo brasileiro e o governo federal (mesmo sendo do (P)MDB que durante 13 anos apoiou e fez parte dessa canalhada) diz que vai conseguir controlar a situação e assegurar que o veredicto seja cumprido com paz e serenidade. Algo que deveria ser sua obrigação tanto quanto a honestidade, a capacidade de administrar para todos, não desviar dinheiro para fins escusos, como comprar a camarilha de parlamentares e outros deveres que assegurassem a ordem e o progresso. E é aí que muita gente começa a preocupar com o evento do dia 24, início do fim do período mais negro da história do Brasil (fica faltando apenas a grande faxina no Congresso, enterro definitivo de Lula ou com uma anarquia sem precedentes bem ao estilo de um PT que o Brasil não deseja mais e deve ser , devidamente, rechaçada pelas forças de segurança e pelo povo que deseja mudança. De verdade.
         

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

RESGATANDO A FAMÍLIA

A indicação da ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, como sempre acontece por estas bandas de espertos bandoleiros, não seguiu critérios técnicos, tampouco, sua brilhante e vasta experiência administrativa. Ela se deu como parte de um acordo entre o presidente da República, Michel Temer e o presidente do PTB, Roberto Jefferson  (aliás, pai da nova ministra) que até pouco tempo cumpriu pena por seu envolvimento em crimes relacionados ao mensalão. Mas não foi só por isso, não. É que depois das "merecidas" férias dos deputados, o governo deve insistir em aprovar a reforma da Previdência e o partido do papai, o carioca Jefferson - pré-candidato a voltar ao Congresso, agora por São Paulo, depois da inelegibilidade e das muitas coisas  erradas que confessou e mostrou a todo Brasil - e da ministra já fechou questão, ou seja, disse que votará a favor. E no país dos malandros e lavradazes e do mais absoluto surrealismo, quem assume a suplência de Cristiane - que tem uma grande pendenga na Justiça do Trabalho por não assinar a carteira de um ex-funcionário - é Nelson Nahin ( irmão de Garotinho), recentemente, preso por envolvimento em exploração sexual de menores. E para selar os muitos acordos e fechar com chave de ouro a indicação da ministra do Trabalho, vem a pérola de Jefferson:" É um resgate da família".

INIMIGOS DO POVO

Dentre os muitos absurdos cometidos no Congresso Nacional, notadamente, pelos senadores da República, como os desvios das mais diferentes naturezas, bem como não fazerem nada de produtivo para o País ( no máximo um projetozinho de pouca importância ou indo do nada para o lugar nenhum), algo vem chamando a atenção pela inconstitucionalidade e pela imoralidade, injustiça,  mesmo, de se acabar com um direito adquirido. Como vem fazendo o senador gaúcho, Lasier Martins, relator pelo fim da estabilidade para os servidores públicos. O cara só pode estar sofrendo das faculdades mentais ou se inspirando no presidente Donald Trump, cuja capacidade psicológica - pra não dizer psíquica - começa a ser questionada pela Justiça americana, o que deveria acontecer por aqui quando o político comete barbaridades como estas. Ele, seus colegas de Parlamento, jornalistas como Ricardo Boechat ( que parece apoiar a má ideia) e outras pessoas induzidas ou desinformadas têm de saber que os servidores públicos se prepararam, prestaram concursos difíceis e foram aprovados. E mais: trabalham e contribuem direitinho para manter tudo que aí está. Sendo assim, senhores, tentem arranjar bons motivos para justificar o pior momento pelo qual passa o Brasil que não seja a corrupção, a incapacidade dos gestores, o desperdício, o nepotismo, a cara de pau dos políticos, etc.

PRA COMEÇAR A SEMANA

Existem coisas que são tão claras que não as percebemos. Certa vez um homem ignorante saiu com uma tocha na mão procurando fogo. Se ele soubesse o que era o fogo teria cozinhado seu arroz bem mais cedo. (Confúcio)

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

PANORAMA

VOX DO POVO

Tem gente que insiste em dizer que o ex-presidente Lula é "o cara". Além de negarem que ele fez o que fez, isto é, que desviou dinheiro público através da propina que recebia de empresários, mesmo durante o (des)governo da companheira Dilma (público, sim, ou alguém acha que os empresários davam dinheiro do próprio bolso e existe café de graça?), através de obras em apartamento, sítio e até na fundação que leva seu nome, líderes do PT e do maior projeto criminoso de poder até hoje instalado no País estão se mobilizando para o julgamento do recurso de Lula no TRF da 4a. Região dia 24 próximo. A camarilha e o grupo de desocupados, certamente, bancados pelo partido, diz que deverão reunir um milhão de pessoas nas ruas de Porto Alegre para tentar atrair mais holofotes para o show que, entre outros artistas, deve receber o líder do U2, Bono Vox. 


MÉNAGE À TROIS


Enquanto isso, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffman, uma das mais "ovacionadas" ( no caso, pelos muitos ovos que tem recebido por onde passa) repete aos quatro ventos que o dinheiro acabou para a campanha de 2018 e que todos os movimentos de apoio a Lula são espontâneos e vindos de militantes que torcem pela absolvição do ex-presidente e pelo restabelecimento da verdade (aquela que diz que Lula não fez o que todo mundo sabe que fez). E por falar em Gleise, amiga e parceira de gente boa como Lindbergh Farias, Roberto Requião, Vanessa Grazziotin e tantos outros que deverão estar em POA dia 24 de janeiro, quando é que a Justiça vai conseguir colocar as mãos nela - conhecida como 'amante' - e em seu marido, Paulo Bernardo, pelo recebimento de doação ilegal de R$1 milhão para sua campanha ao Senado, em 2010 e crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro?

GOVERNO QUE TRABALHA

Definitivamente, o governo Temer e o Congresso Nacional são os que mais têm trabalhado nos últimos tempos. Não para a  maioria da população e sim para atender seus próprios interesses políticos, pessoais e, principalmente, da classe empresarial que os mantém. Aliás, prática corriqueira em Brasília e em qualquer outro cantinho onde também haja uma prefeitura, uma câmara de vereadores, etc. Para se ter ideia do quanto eles vêm 'se esforçando', só no ano passado conseguiram aprovar a Reforma Trabalhista, que contempla a muitos, menos aqueles que trabalham e precisam de alguma estabilidade; antes do Natal, emprestaram rios de dinheiro para os empresários, bem como perdoaram dívidas das mais diversas; dizem ter conseguido um superávit de R$67 bi e mesmo assim não conseguiram gerar um emprego sequer (pelo contrário, o empresariado desempregou mais 13 mil pessoas) e, agora, se preparam - para depois das merecidas férias super bem-remuneradas - tentar aprovar a Reforma Previdenciária o que, pessoalmente, acho que não conseguirão por não serem trouxas já que neste ano acontecem eleições para definir quem vai e quem desce latrina abaixo.

TEM QUE MANTER ISSO, VIU?

Com a exoneração do ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que saíram para ser candidato a deputado, o covil precisava de uma nova serpente. Aí, reuniram-se Michel Temer, Eliseu Padilha e, muito provavelmente, Moreira Franco, para decidir quem seria o mais preparado para assumir em seu lugar. E como o governo tá desesperado pra não cair e todo apoio é necessário neste momento, perguntaram ao pai da futura noiva, presidente do PTB e ex-presidiário, Roberto Jefferson (aquele que por revanche entregou os colegas do PT e fez desaparecer grana do partido), quem entende do riscado e podia assumir. Resposta: minha filha, a deputada federal Cristiane brasil (com b minúsculo) que, além de super-preparada, 'conseguiu resgatar o nome da família. Ah, e me permite voltar a conquistar um mandato, desta vez por São Paulo'(em tempo: quem assume o lugar da 'louríssima' Cristiane é Nelson Nahim - irmão de Garotinho - preso em 2016 sob a acusação de participar de uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes. 

SAÚDE NO CTI 

Toda semana eu pesco algo que vem viralizando no whatsapp e pode ser verdade. Após parciais pesquisas, para que não pairem dúvidas, nem maledicências, publicamos a quase falência da saúde pública do Estado do Rio de Janeiro:
Hospital Saracuruna: fechado
Hospital Getúlio Vargas: idem
Hospital da Mulher: idem
UPA´s: fechadas
Hospital Grafée Guinle: fechado
Hospital da Mãe: fechada
Hospital Albert Schweitzer: idem
Hospital Rocha Faria: parcialmente fechado
Hospital Mário Kroeff: fechando
Hospital São Francisco: idem
Hospital Beneficência Portuguesa, do Fundão e da UERJ prestes à
Hospital Pinel ( onde tanto aprendemos como estagiários de psicologia nas décadas de 70 e 80): com a emergência fechada






quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

TÁ MELHOR PRA VOCÊ?

Prefeitos dos 5.570 municípios brasileiros acabam de completar seu primeiro ano à frente da administração pública e, na grande maioria deles, das câmaras municipais onde costumam ditar o que tem de ser feito. Passados os famigerados 365 dias de mandato, os quais costumam chamar de período para "arrumarem as casas", uma vez que os antecessores as deixaram "sujas, cheias de dívidas e de compromissos não cumpridos, apinhadas de parentes e amigos nomeados, enfim, com muitos problemas, principalmente, na educação, na saúde, na segurança, nos transportes, nas folhas de pagamento e que deverão ser sanados no primeiro ano" (conforme as muitas promessas de campanha), vêm as grandes perguntas que ninguém quer calar (exceção para os alcaides, seus colaboradores e aspones que costumam comprar a imprensa e utilizar os chapas-brancas para esconder as verdades): 
1- Seu município conta com serviços públicos melhores, isto é, você, se matriculou filho, neto, sobrinho na escola/creche, conseguiu onde queria?
2- Você, ou alguém da família, se recorreu a algum atendimento na área de saúde, foi bem atendido?
3- A máquina encontra-se menos "inchada", com menos contratados, mais eficiente, prestigiando os concursados, etc.? 
4- E por falar em contratados, em 2017 o percentual de reajuste, pela data-base, previsto em lei, aconteceu?
5- Há meritocracia onde você vive?
6- Na prefeitura do seu município acontece nepotismo direto ou indireto (nomeação de parentes de prefeitos e secretários ou de vereadores)?
7- Você tem andado pela ruas em qualquer hora do dia e se sentido seguro?
8-  A qualidade de vida melhorou, com diminuição da linha de pobreza, redução do déficit habitacional com a construção ou melhoria das habitações populares e elevação da autoestima da população?
9- A prefeitura tem atraído investimentos capazes de gerar postos de trabalho?
10- Os cidadãos do lugar onde você e sua família vivem estão mais felizes?

Muito dificilmente, surgirá no cenário político-administrativo um munícipe que responda SIM às 10 perguntas. Vive-se um momento conturbado, com problemas que vão da crise institucional,  economia, desemprego, à corrupção que, apesar dos esforços de alguns poucos, continua se alastrando, produzindo reflexos em cada cantinho do território nacional. Mas isto não pode, tampouco deve, ser usado para justificar a mesmice das administrações anteriores que parece prevalecer nas atuais. Afinal de contas, todos que aí estão, hoje, com as canetas e cetros nas mãos, sentados nos tronos, alguns nababescos, prometeram, nos palanques, "fazer de tudo para usar seus muitos atributos, o conhecimento político e os recursos disponíveis para dar dias melhores ao povo". O primeiro ano já passou e é bom que parem de choramingar, colocar a culpa de tudo na crise e vão à luta. E, claro, de pensar em fazer alguma coisa só quando se aproximarem as próximas eleições, a chance da reeleição (no caso dos neófitos) e os milagres da multiplicação começarão a acontecer pois, felizmente, esta época está chegando ao fim tanto quanto os políticos corruptos e espertos que insistem em tais estrategias.   




NO PAÍS DOS PINÓQUIOS

Segundo dados oficiais, o prefeito do Rio, Marcello Crivella,  em seu primeiro ano de mandato, só conseguiu cumprir nove das 54 promessas feitas durante a campanha, ou seja, apenas 16,6 %. O que, em termos nacionais, não é nenhuma novidade pois os alcaides - e os políticos de um modo geral - estão pouco se lixando para o fato de os narizes crescerem e, principalmente, para os moradores de suas cidades. Mesmo sendo 2018 ano de eleições gerais ( só ficarão de fora os pinoquios e os bajuladores também, chamados de vereadores), bem que poderia se começar a aprovar uma lei que obrigasse o político eleito para o Executivo cumprir, integralmente, todas - ou a maioria - as promessas de campanha pelo menos nos dois primeiros anos sob pena de perder o mandato para o vice, ou melhor, para o presidente da Câmara. E ainda ficar inelegível. Afinal de contas, mesmo o Brasil sendo o País da corrupção, das mentiras e dos mentirosos, devemos acreditar que algo pode ser feito. Que venha um Ano Novo melhor pra todos e que Pinóquio volte a ser apenas uma doce fábula.

LADRÃO É LADRÃO

Mesmo com todo mal causado, principalmente, a paulistas e paulistanos, bem como ao País todo ao seguir a cartilha de antecessores seus que pregavam o "rouba, mas faz", ainda tem gente que considera desumano o deputado Paulo Maluf passar o Natal e o Ano Novo em cana (os primeiros em 87 anos). O cara desviou milhões dos cofres públicos, tirou dinheiro da saúde, da educação, da segurança, etc., durante muitos anos de atividade política e foi um dos grandes responsáveis pelo tsunami de corrupção que, há décadas, vem inundando o País e, mesmo assim, alguns falam em direitos humanos para ele e defendem as festas de fim de ano em família. É por essas e outras que o Brasil continuará a ser um dos paraísos para bandidos e exemplo para quem quer roubar e continuar protegido pelas leis, advogados renomados e influentes e por pessoas "boazinhas". Enquanto isso, as cadeias brasileiras continuam abarrotadas de pobres, negros, analfabetos ou sem mandato.